Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Fado no Casino Estoril com Maria Emília Reis e José Manuel Barreto

Maria%20Emilia%20Reis.jpg

José-Manuel-barreto.png

 

É já na próxima Quarta-Feira, 27 de Julho, a partir das 22 horas, que Maria Emília Reis e José Manuel Barreto se apresentam no Lounge D para protagonizar mais uma noite dedicada ao fado. Com estilos muito próprios, os fadistas serão acompanhados por Diogo Lucena Quadros e Bernardo Romão, nas guitarras, e Luis Roquette, na viola. A entrada é livre.

 

Maria Emília Reis

Maria Emília Reis partiu, muito jovem, para o Minho, onde sempre acompanhou o pai, para ouvir e cantar o fado na Taberna do Ganso e noutros locais bem conhecidos da região.

 

Regressou ao Brasil e cantou no Alfama dos Marinheiros onde recebeu o baptismo do fado dos Padrinhos. Maria Emília Reis participou, ainda, no programa da Eliana Martins e cantou no Cais do Porto.

 

Não resistindo à saudade de familiares e amigos, regressou a Portugal, iniciando a sua carreira de fadista nas casas: Restaurante Típico Tipóia, Restaurante Já Disse, Adega Machado, o Forcado entre outras. Actua, habitualmente, no Clube de Fado em Alfama.

 

 

José Manuel Barreto

Nascido no Barreiro, em 31 de Dezembro de 1943, José Manuel Barreto começou, aos 11 anos, a cantar em público. Dois anos mais tarde, tornou-se artista, exclusivo, do programa Clipper Musical, o que lhe propiciou a oportunidade de conviver com grandes nomes da canção nacional, como Tristão da Silva, Max, Maria de Lurdes Resende, Carlos Ramos e Rui de Mascarenhas.

 

Com um percurso inspirado na "canção nacional", José Manuel Barreto estava predestinado a cantar o fado, embora só tenha assumido em pleno a sua carreira alguns anos mais tarde.

 

 

Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Estoril é reservado a maiores de 18 anos.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.