Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Festival "Lavrar o Mar" despede-se com programação de luxo

cie_carabosse__photo_vincent_muteau_n2657_300..jpg

 

Programa «365 Algarve» em Aljezur e Monchique

 

Festival «Lavrar o Mar» despede-se com programação de luxo

 

Para marcar o final do primeiro ciclo do programa «365 Algarve», o Festival Lavrar o Mar propõe uma programação cultural diversificada. De 19 a 28 de maio, o Festival Internacional de Artes Performativas - Lavrar o Mar -, apresenta, em Aljezur e Monchique, dois fins-de-semana consecutivos com propostas de teatro, passeios artísticos, caminhadas noturnas, espetáculos de marionetas, eventos musicais, entre outros.

 

Na abertura oficial do Festival, dia 20, e uma semana depois, a 27, a companhia francesa Carabosse apresenta uma original instalação de fogo, um fantástico e emocionante espetáculo a partir do coração de Aljezur e do seu castelo onde o fogo criará uma atmosfera silenciosa com um resultado extraordinariamente luminoso.

 

Nos dias 19 e 21 de maio, é possível participar no Rastilho, um espetáculo de teatro físico e música ao vivo, que envolve o espetador em experiências únicas de teatro, clown, dança e música, no decorrer de um passeio noturno que se inicia no Corte do Sobro, em Serominheiro - Aljezur, e passará por várias paisagens naturais deslumbrantes. 

 

Ainda no mesmo concelho, no dia 20 de maio, estará patente o espetáculo musical Sofiane Saidi & Mazalda, que mergulhará os espetadores no Rock Raï dos anos 80, no Largo do Mercado Municipal de Aljezur, às 22h30.

 

Já em Monchique, Lavrar o Mar convida à descoberta dos rituais da destilação do medronho, com o espetáculo itinerante Medronho, no fim-de-semana de 19 a 21 de maio. O espetador irá percorrer as destilarias da Serra de Monchique, durante cerca de três horas, descobrindo histórias sobre este fruto tipicamente algarvio, ao ritmo de uma refeição ligeira, marcada por várias degustações de medronho.

 

Em destaque nestes últimos dias de programação estará ainda o teatro de marionetas. Dans l´Atelier lança o desafio a crianças e adultos, para brincarem com uma marioneta durante 18 minutos. Com interpretação de Emilie Plazolles e Angela Malvasi, Dans l´Atelier estará em cena nos dias 16 e 27 de maio, em Aljezur, e no dia 28 de maio na Sala de Estudos, em Monchique. Soleil Couchant é uma peça comovente de uma marioneta em final de vida. A companhia de teatro Tof Théâtre encenará esta peça num dos mais belos locais naturais da região algarvia - Praia da Arrifana, nos dias 26 e 27 de maio. A Antiga Serração de Monchique recebe ainda, de 26 a 28 de maio, o Petit Théâtre de Gestes, que leva para o palco um conjunto de personagens e marionetas fascinantes que, juntos, recriam um espetáculo que alia a magia do circo, do teatro e das marionetas.

 

Ainda em Monchique, de 26 a 28 de maio, a companhia belga Claudio Stellato apresentará ao público La Cosa, um show de novo circo que põe em cena a relação entre quatro personagens e a natureza, que irão, através de uma intensa fisicalidade e ritmo, desafiar os limites do corpo ao moldar e destruir uma pilha de toros de madeira.

 

A programação completa pode ser consultada em http://lavraromar.pt/ e os bilhetes adquiridos na bilheteira online https://lavraromar.bol.pt.

 

«Lavrar o Mar» é um Festival que une as cidades de Aljezur e Monchique através de um programa artístico que reflete a cultura local através da criação artística contemporânea e dando destaque à singularidade e beleza natural da Serra e da Costa Vicentina. Promove uma programação diversificada durante todo o ano, motivando encontros entre artistas, populações locais e turistas, através da apresentação de espetáculos únicos de dança, música, teatro, performance, imagem, exposições e projetos multidisciplinares. É financiado pelo programa «365 Algarve» e pelas Câmaras Municipais de Aljezur e de Monchique.

 

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.