Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Festival 'Olhares do Mediterrâneo - Cinema no Feminino' com ciclo dedicado aos refugiados

Festival “Olhares do Mediterrâneo – Cinema
no Feminino” com ciclo dedicado aos refugiados


Chama-se “Travessias” o ciclo de filmes dedicado aos refugiados que este ano integra o festival “Olhares do Mediterrâneo – Cinema no Feminino”, em Lisboa. A partir de 29 de setembro, no Cinema São Jorge, filmes oriundos de 18 países vão colocar em destaque o papel da mulher na produção cinematográfica contemporânea. Todos os dias haverá debates.


O festival “Olhares do Mediterrâneo – Cinema no Feminino” está de volta, de 29 de setembro a 2 de outubro, no Cinema São Jorge, em Lisboa. O evento, que promove a exibição de filmes oriundos da bacia mediterrânica e pretende divulgar o papel da mulher na produção cinematográfica, apresenta uma programação composta por 33 filmes, debates, workshops, performances e uma exposição.

“Há muito pouca exibição de cinema feito por mulheres: a percentagem é muito baixa, inferior a 20%”, afirma Antónia Pedroso de Lima, da organização do festival, professora de Antropologia no ISCTE – IUL e presidente do CRIA – Centro em Rede de Investigação em Antropologia, uma unidade de I&D com polos em quatro universidades portuguesas: ISCTE –
IUL, Nova de Lisboa, Coimbra e Minho. “Por isso”, continua Antónia Pedroso de Lima, “o festival ‘Olhares do Mediterrâneo’ vem preencher um espaço que não estava ocupado e que, para além de transportar consigo uma mostra da diversidade cultural das diferentes regiões mediterrânicas, também divulga outras formas de fazer cinema”. (COMUNICADO INTEGRAL EM ANEXO)

www.olharesdomediterraneo.org

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.