Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Fevereiro com o Ballet Contemporâneo do Norte


Uma Dança Por Mês... Europa Endlos 
Danças de Caráter II
com Aleksander Vorontsov

2be9799a-da47-47fe-bef1-cc3dbd54359f.png

23 FEVEREIRO
Danças de Caráter (parte II de III)
Romani (Danças Ciganas da Rússia, Roménia e Turquia)
com Aleksander Vorontsov
10h00 - 12h30
Sala de Ensaio do Cineteatro António Lamoso
Santa Maria da Feira


Destinatários: 
 dos 13 aos 65 anos, com ou sem experiência no campo das artes performativas.
Entrada livre mediante inscrição
 através do email: bcnproducao@gmail.com
Limitado a 30 participantes



 

Uma Dança por Mês… Europa Endlos é um programa de formação organizado pelo Ballet Contemporâneo do Norte e destinado ao público de Santa Maria da Feira. Como complemento à programação da companhia, onde o público tem a possibilidade de ver dançar, aqui o espetador é convidado a experimentar a dança, as suas estratégias e os seus modos de usar. Este ano, o ciclo apresentará um conjunto de 8 sessões temáticas em diálogo com o programa €UROTRA$H, com curadoria de Rogério Nuno Costa. Europa Endlos (“Europa Interminável”), subtítulo confiscado a ao álbum “Trans Europa Express” dos Kraftwerk, dará o mote a um conjunto de encontros à volta de narrativas coreográficas trans-europeias, danças mais ou menos vizinhas, mais ou menos longínquas, migradas ou imigradas, asiladas ou refugiadas, pedidas emprestadas, apropriadas. A Europa enquanto conceito e interrogação híbrida, que se expande para lá das suas fronteiras históricas, geográficas e culturais.

As três primeiras sessões (Janeiro, Fevereiro e Março) serão coordenadas pelo professor russo Aleksander Vorontsov, e trarão a Santa Maria da Feira um olhar menos conhecido do Ballet. Fruto das tradições folclóricas húngara, ucraniana, russa e cigana, as designadas danças de caráter foram sendo esculpidas nas academias de bailado clássico, tornando-se numa disciplina própria, com uma técnica rigorosa que rapidamente se popularizou entre os mestres russos. As grandes obras do coreógrafo francês Marius Petipa, sobretudo as gizadas em cima das emblemáticas partituras de Tchaikovski, contêm diversas danças de caráter. O terceiro ato do emblemático “O Lago dos Cisnes”, por exemplo, é basicamente uma longa série de danças étnicas estilizadas. Entre os anos 20 e 60 do século XX, a dança de caráter foi uma das mais populares em França, mas foi sendo relegada para um plano secundário, havendo atualmente cada vez menos estabelecimentos de ensino artístico a propô-la como matéria obrigatória.

Em Fevereiro, vamos receber na Sala de Ensaio do Cineteatro António Lamoso uma das mais fascinantes culturas trans-europeias. A música e a dança ciganas atravessam todas as latitudes do velho continente, da Rússia aos Balcãs, da Turquia à Península Ibérica. Nómada, o povo Roma absorve elementos culturais das regiões onde se instala, apresentando uma variedade de manifestações folclóricas com origens pan-Europeias, asiáticas e norte-africanas/médio-orientais. Dada a sua presença trans-epocal nas artes e nas literaturas europeias, as personagens de etnia cigana fazem parte inalienável do repertório do bailado clássico. Veja-se, a título de exemplo, o ballet "Don Quixote", baseado em episódios do famoso romance de Miguel de Cervantes. Originalmente coreografado por Marius Petipa para o Ballet do Teatro Imperial Bolshoi de Moscovo (1869), a peça apresenta inúmeras danças de caráter ciganas imortalizadas pelos mais importantes bailarinos da história da dança clássica europeia.

Sobre Aleksander Vorontsov
Aleksander Vorontsov é professor bailarino, professor e coreógrafo, trabalhando com Dança Clássica, Moderna e Folclore. Diplomado pelo Instituto Superior da Cultura de Moscovo (1989) como bailarino, onde também deu aulas e atuou integrado no grupo do Instituto, com apresentações na Eslovénia, Hungria, Checoslováquia e França. Em 1987, frequentou um estágio de formação com o então bailarino principal do Teatro Bolshoi, Vladimir Vassiliev. De 1989 a 1990, deu aulas de dança clássica e moderna na Casa da Cultura de Moscovo, onde foi responsável por um grupo de bailarinos, como professor e coreógrafo. Em 1991, integrou a Companhia de Dança Moderna e Clássica “Ritmos do Planeta” de Boris Sankin, com digressões pela Holanda e Bélgica. De 1992 a 2001, trabalhou como bailarino na emblemática companhia “Ballet Russo” de Serguei Denissov, com digressões pela Áustria, Eslovénia, Espanha e Portugal. Exerce a sua atividade pedagógica em Portugal desde 1997, nas disciplinas de Ballet Clássico, Dança Moderna e de Caráter. Em 2013, integra o corpo de docentes da escola Backstage como professor de Ballet Clássico, método Vaganova.

PRÓXIMA DATA
16 de Março | Danças de Caráter III

 

EUROTRASH 
AGORA /
 ἀγορά
 

6b56c4d1-c300-4ce1-b825-c594253128ed.jpg

AGORA /   ἀγορά


Estreia 13 e 14 de abril na Igreja Velha de São João de Ver, Santa Maria da Feira.


O Ballet Contemporâneo do Norte desafiou coreógrafos e criadores contemporâneos a submeterem propostas para a criação de espetáculos de curta duração (15 a 20 minutos) com a participação dos 4 bailarinos selecionados após a audição que teve lugar no dia 5 de Janeiro de 2019 no Imaginarius Centro de Criação. As propostas selecionadas, pensadas para um espaço “não-convencional” do município de Santa Maria da Feira (Igreja velha de São João de Ver), têm por base teórica o enquadramento explanado no ponto anterior, refletindo sobre uma ou mais “ideias de Europa” avançadas pelo filósofo Georges Steiner, ao mesmo tempo questionando as práticas artísticas e de investigação dos criadores num objeto coreográfico — a Dança enquanto prática e pensamento. Foram selecionadas duas peças da autoria de dois coreógrafos estabelecidos (Jorge Gonçalves e Joclécio Azevedo) e ainda uma terceira da autoria de uma jovem criadora de Santa Maria da Feira (Catarina Campos). As três peças serão apresentadas em sequência em Abril de 2019, após um período de residência em Santa Maria da Feira e darão, assim, forma a um dos 5 módulos que completam o programa €UROTRA$H, que terá por sub-título AGORA/ ἀγορά. Pretende-se que esta apresentação potencie um espaço de discussão sobre a importância (pública, logo política) da arte e das suas valências sociais, históricas e filosóficas. A ágora grega enquanto berço da missão democrática e livre que consubstancia o projeto europeu, e que urge, na contemporaneidade, re-pensar e re-criar.


Criadores & Criações

Jorge Gonçalves | Intenções Impalpáveis (título provisório)

Joclécio Azevedo | Neurodistopia

Catarina Campos | (sem título)

Bailarinos

Carminda Soares

Maria Soares

Melissa Sousa

Renann Fontoura

Consultoria

Rogério Nuno Costa

Susana Otero

Fotografia

Miguel Refresco

Direção Técnica

Daniel Oliveira

Design/Artwork

Jani Nummela

Produção

Ballet Contemporâneo do Norte