Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

FNAC Live inaugura época de festivais com 12 concertos grátis ao ar livre

No dia 1 de junho, os jardins da Torre de Belém vão ser palco das atuações de Pedro Abrunhosa, Jorge Palma, Lena d’Água, The Legendary Tigerman, Cara de Espelho, Chico da Tina e muitos mais

 

FNAC Live.png

 

O FNAC Live está de volta a 1 de junho e promete uma tarde cheia de música e animação com o rio Tejo como cenário. Com entrada gratuita, este festival ao ar livre, acontece mais uma vez nos jardins da Torre de Belém, o local perfeito para dar as boas-vindas ao verão. O cartaz conta com um alinhamento para toda a família, juntando artistas consagrados e muito sangue novo numa celebração da cultura portuguesa.

 

“Trata-se do único festival gratuito em Lisboa que junta 12 bandas num só dia. Com o objetivo de promover a diversidade cultural e artística do nosso país, oferecemos concertos imperdíveis num local privilegiado da cidade. Estamos muito orgulhosos por organizar mais uma edição onde celebramos a música portuguesa”, afirma Inês Condeço, diretora de marketing e comunicação da FNAC Portugal, que reforça que “este festival é um convite para um final de tarde diferente na cidade, onde pessoas de todas as idades, incluindo famílias, se podem juntar e assistir a uma série de concertos ao vivo num cenário descontraído”.

 

O festival contará com dois palcos: o palco principal, que recebe as atuações de Cara de Espelho, um supergrupo com seis ilustres artistas da música nacional; Pedro Abrunhosa, que celebra 30 anos de ‘Viagens’, o seu revolucionário disco de estreia; Jorge Palma, um nome gigante da música portuguesa com assinalável presença e influência nas últimas seis décadas; Lena d’Água, que dos anos 80 até hoje se mantém um ícone da música em Portugal, com novo disco em breve; The Legendary Tigerman – de ‘Naked Blues’ a ‘Zeitgeist’, são milhões de tons de Blues e Rock n’Roll que pintam 20 anos de constante evolução de um artista; e Chico da Tina, o fenómeno que criou o “trap minhoto” e garante um final de noite apoteótico. 

 

Já no palco Novos Talentos FNAC (NTF), que tem o propósito de apoiar e promover os talentos emergentes, a programação arranca às 15h00 com a habitual entrega de prémios do Concurso Novos Talentos FNAC 2024. A apresentação será feita por Fernando Alvim, com atuações de Carlos Sanches e a presença de muitos dos jurados de cada uma das categorias a concurso. Nesta edição, os prémios monetários somam um total de 60.000€ e são uma oferta da Repsol. O vencedor de cada categoria recebe entre 5.000€ e 2.500€ em cada uma das duas menções destacadas. A estes prémios juntam-se muitos outros específicos de cada uma das seis categorias a concurso: cinema, escrita, música, fotografia, ilustração e videojogos.

Depois da entrega de prémios dos conhecidos Novos Talentos FNAC 2024, iniciam-se os concertos que alternam entre o palco principal e o palco NTF. Por este segundo palco vão passar alguns dos nomes destacados na coletânea NTF23, como INÊS APENAS, A Sul, NAPA, Lucy Val e Dispirited Spirits.

 

Este ano, o festival está ainda mais comprometido com a sustentabilidade. Conta uma vez mais com o patrocínio e a parceria da Repsol, que oferece soluções energéticas para diminuir as emissões de CO2 do evento. Os geradores serão alimentados por combustíveis 100% renováveis e haverá pontos de carregamento de telemóveis alimentados a energia solar.

 

Com coorganização da Câmara Municipal de Lisboa, este evento cria, nesta zona da cidade, o palco perfeito para uma tarde descontraída e bem passada em boa companhia entre amigos e família. Diogo Moura, vereador da Cultura da Câmara Municipal de Lisboa, refere que “a cidade abre portas à coorganização do FNAC Live pela comunhão do propósito de democratizar o acesso à fruição cultural. Sendo um dos pontos-chave do FNAC Live a descoberta e o estímulo ao surgimento de novos talentos, novos artistas em várias áreas de criação e produção cultural, é lançado este convite a um dia de partilha, aberto a todos, nos jardins da Torre de Belém. Uma escolha de local que se repete e que quase que fala por si: a aventura da partida, da curiosidade, a vontade de descobrir coisas novas, coisas belas e coisas boas, e a ousadia de desafiar novos talentos”.

 

Além dos 12 concertos e da entrega de prémios, haverá uma boa diversidade de foodtrucks para atender a vários gostos e paladares, a habitual loja pop up da FNAC, onde será possível adquirir a discografia do festival e muito mais. E para completar a experiência, a animação do relvado ficará a cargo do Chapitô e do Projeto BUG, uma banda itinerante de 16 elementos, que irá proporcionar uma atmosfera vibrante e festiva em todos os recantos do festival.

 

Para aqueles que não conseguirem assistir ao vivo, a TVI Ficção vai acompanhar os vários concertos de forma a que todos tirem o melhor proveito deste dia inesquecível.

 

Mais informações disponíveis em: https://www.fnac.pt/fnaclive.