Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Fundação EDP lança “Arte Pública”

Fundação EDP lança “Arte Pública”

. Arte Pública ao serviço da inclusão social

.Intervenções em Trás-os-Montes, Ribatejo, Alentejo e Algarve

. Participação de artistas como Vhils, XANA, Manuel João Vieira, MAR e Mariana A Miserável

 

A Fundação EDP apresenta o “Arte Pública Fundação EDP”, um programa de âmbito nacional, orientado para territórios de baixa densidade populacional, que pretende democratizar o acesso à arte e permitir o envolvimento da população em novas experiências culturais, bem como estimular o desenvolvimento local através da realização de intervenções artísticas em espaço público.

Em termos de dispersão geográfica o programa estará presente em Trás-os-Montes (Alfândega da Fé, Torre de Moncorvo, Miranda do Douro e Mogadouro) no Ribatejo (Marmeleira, Assentiz e Salinas), no Alentejo (Ouguela, Campo Maior e Degolados), e no Algarve (Vila do Bispo, Barão de S. João, Mexilhoeira, Messines, Alte e Alportel).

 

O programa é implementado através de parcerias com instituições e coletividades locais, sociais ou culturais. Em Campo Maior, o projeto Mayor.art, com a Associação Coração Delta; no Algarve, o projeto WATT? com o LAC (Laboratório de Atividades Criativas); em Trás-os-Montes, o projeto Voltagem em parceria com a Rede Inducar e, por fim, no Ribatejo, com as Produções Fixe.

 

Cada projeto decorre em quatro fases: num primeiro momento são realizadas Assembleias de apresentação do projeto à população que pressupõem uma conversa com os artistas. Posteriormente são apresentadas as propostas dos artistas para as suas intervenções. De seguida, os artistas realizam as intervenções em espaço público e, numa última fase, decorrem as visitas guiadas às obras. 

 

Artistas de renome nacional e internacional

Nas localidades de Trás-os-Montes associadas ao projeto estão previstas intervenções de artistas como Gabriela Vaz Pinheiro, Nuno Pimenta, Sofia Borges, R2 Design, FAHR 021.3, alunos do Mestrado em Arte e Design para o Espaço Público, Cristina Mateus, Fernando José Pereira, MAR e Pedro Almeida, Miguel Schreck e Ricardo Santos, da Associação Lérias.

No Ribatejo, as intervenções estarão a cargo do artista João Seguro.

Silveirinha, NADA, ORPHÃO e André Clérigo são os artistas envolvidos nas intervenções no Alentejo.

Já na região algarvia XANA, Mariana A Miserável, Jorge Pereira, Menau, Padure, Susana Gaudêncio e Tiago Batista protagonizam as intervenções.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.