Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

"Gelo" estreia em Espanha no dia 12 de agosto

 

A longa metragem “Gelo, realizada por Luís Galvão Teles e Gonçalo Galvão Teles, tem estreia marcada em Espanha para 12.08.2016 sendo exibido na sua versão dobrada em 15 salas de cinema que vão abranger todas as Comunidades Autónomas. O filme será distribuído pela Syldavia Cinema, uma empresa espanhola fundada por Gerardo Herrero e Javier López Blanco.

Os realizadores estiveram em Madrid com a atriz principal Ivana Baquero e com o co-produtor espanhol, Carlo D’Ursi, para a projeção do filme e para uma conferência de imprensa bastante animada, que decorreu na célebre livraria especializada em cinema 8 1/2. Estiveram presentes vários meios da imprensa espanhola, tais como a TVE e a Rádio Nacional de España.

“Gelo” desenvolve-se numa narrativa envolvente e inesperada, na qual as vidas de duas mulheres se cruzam nas histórias uma da outra. É um filme raro no panorama cinematográfico português, que une o romance e o fantástico e leva o espectador a questionar-se sobre quantas vidas há numa vida.

Protagonizado pela atriz espanhola Ivana Baquero (O Labirinto do Fauno, de Guillermo del Toro, e As Crónicas de Shannara, série produzida pela MTV que estreou com grande sucesso em janeiro deste ano no canal MOV), o filme conta ainda com um sólido elenco de atores portugueses, como Afonso Pimentel, Albano Jerónimo, Ivo Canelas, Inês Castelo-Branco, Carlos Santos, João Jesus e Beatriz Leonardo.

Para Luis Galvão Teles “Gelo é um filme que vai para além da realidade e da imaginação e que mergulha num mundo onde o tempo, a vida, o amor e a morte fundam e orquestram a Humanidade. É também a concretização do sonho antigo de realizar um filme em conjunto com o meu filho Gonçalo.”.

A produção de Gelo esteve a cargo da Fado Filmes, também de Luís e Gonçalo Galvão Teles. Com quase 20 anos de existência, é uma das mais antigas e ativas produtoras de cinema em Portugal, tendo produzido filmes como Elas, Jaime, Nha Fala, Dot.com, Fados ou O Grande Circo Místico.

 

 

Sobre a produtora Fado Filmes

Fundada por Luís Galvão Teles em 1997, a produtora Fado Filmes soma 24 longas-metragens de ficção, 6 documentários e 7 curtas-metragens, sendo responsável por alguns dos maiores sucessos do Cinema Português. Em 19 anos de atividade Luís Galvão Teles produziu mais de 40 obras, entre as quais algumas emblemáticas e bem conhecidas do público, como “Jaime” do realizador António-Pedro Vasconcelos, “Fados” de Carlos Saura e “Dot.com” e “Elas” do próprio Luís Galvão Teles, que também tem desenvolvido atividade enquanto realizador. A Fado Filmes tem acumulado múltiplos prémios e seleções oficiais nos mais prestigiados festivais de Cinema do mundo, nomeadamente Cannes, San Sebastian e Veneza. É também uma das produtoras nacionais que mais fundos e apoios internacionais tem obtido, em virtude da maior parte dos seus filmes serem coproduções internacionais. Atualmente tem diversos projetos em desenvolvimento, como “O Grande Circo Místico” (em pós-produção), “As Rosas de Ermera” (em pré-produção) e “Refrigerantes e Canções de Amor” (anunciado).