Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Gilberto Gil encerra as Festas de Lisboa

90e7c1fb-811a-47d6-a30a-b1603ee0c7b8.jpg

 

 

As Festas de Lisboa despedem-se, este sábado, com Gilberto Gil no Jardim da Torre de Belém e o espetáculo Refavela 40.

O concerto de entrada livre, comemorativo dos 40 anos do disco que o músico brasileiro gravou, inspirado na sua primeira viagem a África, em 1977, promete contagiar com os sons quentes do reggae, samba e funk americano.

Os temas de Refavela, “um disco negro para todas as cores”, como o artista o apelidou e que que viria a tornar-se num dos seus clássicos, poderão ser ouvidos num espetáculo, a partir das 22h, que vai juntar em palco músicos como o filho de Gil, Bem Gil, a cabo-verdiana Mayra Andrade e a italiana Chiara Civello.

Nesta última semana de Festas podemos ver cinema ao ar livre na Quinta das Conchas, numa nova edição do CineConchas que este ano assinala a 100.ª sessão, trazendo filmes da Finlândia ou Israel entre a comédia, o drama e a animação.

Até ao final do mês há ainda muito para ver, como a exposição "Salvem a Sardinha!", na Galeria Millenium, e para ouvir, como o Fado, que pode ser escutado de uma forma rara, através de autómatos, caixas de música, realejos, fonógrafos ou pianolas que integram a surpreendente exposição "O maravilhoso mundo da música mecânica", no Museu do Fado, e ainda o Rama em Flor – Festival Comunitário Feminista e Queer que convida a sociedade civil a debater, em vários locais da cidade, a liberdade da identidade e expressões de género, através de concertos, conversas e cinema.
 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.