Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

GOHU apresenta um filme não filmado. Estreia a 25 de Janeiro

descarregar (12).jpg

Contigo Como Lontra seria uma produção Hollywoodesca, com detalhes de Mangá japonesa e "temperos tropicais" do Brasil. Seria, se existisse esse orçamento, contudo, GOHU decidiu apresentar de uma forma inédita (nunca antes vista em Portugal), storyboards animados daquele que seria o videoclipe mais caro da história, deixando a produção a cargo da imaginação de cada espectador.

Com o Rio de Janeiro como pano de fundo, o clipe mistura referências a clássicos do cinema como 
GodzillaKing KongJaws: TubarãoE.T. , A Dama e o VagabundoLe voyage dans la lune, com elementos da cultura pop trash brasileira, como os icónicos Carreta Furacão.

O clipe é representado por GOHU, esposa e filha, em momentos icónicos das suas vidas (por exemplo: a cena em que a sua esposa aparece com o famoso vestido de Marilyn Monroe em O pecado mora ao lado - é uma referência à cerimónia de casamento em Las Vegas onde se casaram vestidos de Marilyn e Elvis).

A produção e co-criação ficou a cargo dos ANGRY, dupla formada por Gabe Maruyama e Bruno Silva, realizadores revelação na edição brasileira do Music Video Festival 2020. A dupla possui uma linguagem cinematográfica moderna que transita por diversos formatos. Já foi premiada em festivais como o New York Tri-State International Film Festival (EUA), Asia South East-Short Film Festival (Cambodja), Ambitus Film Festival (Rússia), Vindhya International Film Festival (Índia) e Bogotá Music Video Festival (Colômbia).

Contigo como Lontra, é o mais recente single do segundo álbum de GOHU, que será lançado em Maio. Mais que uma música de amor, é uma música muito pessoal, tendo sido escrita para a sua esposa que alimenta o sonho de morar no Rio de Janeiro:

                     "Estou louco para viver contigo como Lontra.
                      Dormindo, com uma mão na outra, no Rio


A música, produzida por Emmo Martins, da Bamba Music, mistura ritmos e sonoridades de MPB com arranjos modernos de indie pop

 
 
 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.