Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Grândola apresenta a Exposição "Alves Redol - Horizonte Revelado"

Exposição - Alves Redol.jpg

 

A exposição sobre a vida e obra de António Alves Redol (1911 - 1969) estará patente entre os dias 5 de Abril e 4 de Maio no Cineteatro Grandolense. Organizada pela Associação Promotora do Museu do Neo-Realismo e Câmara Municipal de Grândola, a inauguração na próxima sexta-feira, às 18h30, conta com a participação de António Mota Redol.

 

Alves Redol, escritor, cronista, contista, novelista, crítico de teatro, guionista para cinema, investigador e conferencista, é uma figura maior da cultura portuguesa pela dimensão, qualidade e versatilidade da sua obra. Com a publicação em 1939 do romance de estreia "Gaibéus",  Redol constituiu a referência inicial do movimento literário neorrealista em Portugal, que reuniu uma geração de escritores em torno do advento de uma consciência social e  intervenção cultural e política sobre as condições de vida dos camponeses  e a necessidade de transformação da sociedade pela  afirmação da dignidade do ser humano.

A Exposição dá  a conhecer uma visão alargada sobre aspetos centrais da sua vida pessoal e sobre o seu percurso literário, com destaque para um conjunto significativo de documentos essenciais para  se entender os valores e as ideias que marcaram grande parte do século XX em Portugal.

 

A Exposição "Alves Redol - Horizonte Revelado" integra o programa

das Comemorações dos 45 anos da Revolução de Abril na Vila Morena que vai decorrer ao longo de todo o mês com um programa preparado pelo Município de Grândola em parceria com as Juntas de Freguesia e o movimento Associativo.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.