Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Grupo Coral da Casa do Povo de Reguengos de Monsaraz lança primeiro CD intitulado “Vinho Cantado”

Grupo Coral da Casa do Povo de Reguengos de Monsaraz lança primeiro CD intitulado “Vinho Cantado”

Capa CD Vinho Cantado.jpg

 

 

O Grupo Coral da Casa do Povo de Reguengos de Monsaraz vai lançar no dia 30 de março o seu primeiro trabalho discográfico, intitulado “Vinho Cantado”. O espetáculo de apresentação realiza-se às 21h30 no Pavilhão Álamo do Parque de Feiras e Exposições de Reguengos de Monsaraz.

 

“Vinho Cantado” conta com a participação musical de Pedro Mestre, Lúcia Moniz, Celina da Piedade, FF (Fernando Fernandes), Ricardo Ribeiro, José David e Vasco Sousa. O CD foi gravado no estúdio Atlântico Blue, tem o patrocínio da marca da autarquia "Reguengos de Monsaraz Capital dos Vinhos de Portugal”, e na capa apresenta ilustrações de Gonçalo Jordão, especialista em pintura decorativa que integrou a equipa de arte do filme “The Grand Budapest Hotel”, vencedora do Óscar de Melhor Direção de Arte em 2015.

 

Para além do repertório do cancioneiro tradicional, o trabalho discográfico apresenta uma moda inédita alusiva ao vinho e a Reguengos de Monsaraz, intitulada “Moda do Vinho”. Esta moda tem letra de Manuel Sérgio, música de Pedro Mestre e José David, e a participação de Celina da Piedade, Lúcia Moniz, FF, Ricardo Ribeiro e Vasco Sousa.

 

O disco integra também as modas “Trigueira de Raça”, “Acorda Maria, Acorda”, “Não Quero Que Vás à Monda”, “Pelo Toque da Viola”, “Verão, Alentejo e os Homens”, “Só Uma Pena Me Existe”, “Fui-te Ver Estavas Lavando”, “Fui Colher Uma Romã”, “Não Te Faças Coradinha”, “Ó Virgem Senhora D’Aires”, “Trovoada” e “Lá Está Linda”. No espetáculo de lançamento do CD que vai decorrer no sábado, o Grupo Coral da Casa do Povo de Reguengos de Monsaraz vai estar acompanhado em palco por Pedro Mestre, Lúcia Moniz, Celina da Piedade e FF.

 

O Grupo Coral da Casa do Povo de Reguengos de Monsaraz nasceu em 1945 e resulta da fusão de dois grupos rivais da localidade, nomeadamente o do Covalinho e o da Aldeia de Cima, que se uniram sob a orientação do seu primeiro ensaiador, Manuel Morgado Murteira. Durante os 74 anos de existência, o grupo coral teve como ensaiadores António Tomás Marcão, António Baltasar, Manuel Jacinto Cartaxo, Joaquim António Couto, António Nogueira Lopes, José Brás Isidoro, José Joaquim Morais e, atualmente, Pedro Mestre e José Torcato. Após a classificação do Cante Alentejano como Património Imaterial da Humanidade pela UNESCO em 2014, o grupo renovou-se e surgiu com uma nova imagem, novo traje e novas vozes, tendo duplicado o número de elementos.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.