Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Guimarães na Europa das artes com novos projetos ligados ao Westway Lab, Novo Circo e CIAJG

A Oficina tem três novos projetos europeus aprovados

no domínio das artes

 

Guimarães na Europa das artes com novos projetos ligados ao Westway Lab, Novo Circo e CIAJG

image001.png

 

A Oficina firmou recentemente o envolvimento em três projetos de cariz europeu que tocam as áreas da música, artes visuais e novo circo, todos com um ponto comum: o apoio aos novos autores, reforçando o caminho percorrido pel’ A Oficina no apoio à criação nas várias vertentes artísticas. No que toca ao universo da música, o Westway Lab Festival, juntamente com oito parceiros europeus, deram origem ao INES – Innovation Network of European Showcases, uma nova rede de cooperação para descoberta de artistas e desenvolvimento da indústria da música. O envolvimento do Westway Lab no INES tem como um dos seus objetivos fomentar a internacionalização da música portuguesa.

 

O Innovation Network of European Showcases visa potenciar sinergias entre festivais, artistas e profissionais desta área, ligando os mercados da música dos países participantes e promovendo o fortalecimento da indústria da música europeia. Este projeto de cooperação, que agrega oito festivais showcase europeus (entre os quais o Westway Lab) e a plataforma digital gigmit, tem a duração de quatro anos e uma comparticipação de dois milhões de euros da parte do programa Europa Criativa da União Europeia.

 

O INES consiste em quatro áreas de financiamento e intercâmbio: além do programa INES#talents, que permitirá que os jovens talentos tenham uma exposição europeia, e do INES#pro, dirigido a profissionais da área musical, o INES pretende também ampliar a digitalização da indústria da música, tornando o conhecimento mais sustentável e acessível para todos ao disponibilizar os vídeos das conferências na biblioteca INES#conference. Por último, o programa INES#festivals oferece ainda a oportunidade para bandas se candidatarem online, de forma simples, aos festivais showcase na Suécia, Áustria, Luxemburgo, Espanha, Portugal, Polônia, Eslovênia e Reino Unido.

 

Todos os parceiros do projeto – Liverpool Sound City, Live at Heart, MENT Ljubljana, Monkey Week, Sonicvisions, Spring Break, Waves Vienna, Westway Lab e gigmit – estabeleceram o objetivo de prosseguir um caminho de crescimento para estabelecer uma rede cada vez mais forte que conecte os festivais showcase por toda a Europa.

 

Relevante referir, no âmbito do Westway Lab, que as candidaturas para as Residências Artísticas (direcionadas a artistas portugueses) e para os City Showcases (para artistas internacionais) do Westway Lab Festival 2018 já se encontram abertas, podendo ser realizadas através do sítio do festival na internet, www.westwaylabfestival.com.

 

Recentemente, o Centro Internacional das Artes José de Guimarães (CIAJG) viu aprovada a integração na PARALLEL, plataforma que reúne 18 organizações culturais de 16 países europeus dispostas a contribuir para estabelecer um novo padrão de qualidade para a fotografia contemporânea europeia, ao melhorar a cooperação internacional entre agentes culturais europeus e desenvolver a mobilidade transnacional de artistas e do seu trabalho. Com uma rede que assegura uma ampla e diversificada disseminação geográfica, a PARALELL tenciona, assim, estabelecer uma plataforma eficaz para a exposição de artistas e curadores emergentes europeus e promover elos de ligação mais eficientes e funcionais entre estes e os espaços expositivos (museus, galerias e festivais). A PARALLEL pretende também remover fronteiras artificiais entre artistas e curadores para promover novas ideias e novas formas de cooperação artística.

 

A juntar à música e às artes visuais, também a aposta d’A Oficina no Novo Circo ganha igualmente destaque por intermédio do envolvimento na CircusNext PLaTFoRM, plataforma europeia que visa promover artistas emergentes ao fomentar a mobilidade e a visibilidade destes a nível internacional e estimular uma verdadeira programação europeia de atividades culturais e artísticas.

 

A CircusNext PLaTFoRM é um novo passo no investimento que até agora foi feito no Novo Circo a nível europeu, nomeadamente após a conclusão do projeto CircusNext. Ao ganhar uma nova configuração, deixa de ser apenas um projeto de cooperação para se transformar numa plataforma com o objetivo de identificar e apoiar autores emergentes ao mesmo tempo que tenta impulsionar, cada vez mais, o reconhecimento do Novo Circo a nível europeu. Esta plataforma é inicialmente constituída por vários parceiros (18) de diferentes países (12) para defender a indispensável diversidade, tendo também o propósito de promover a apresentação e circulação a nível europeu de vários artistas a serem identificados ao longo deste processo. Neste sentido, trata-se de uma evolução em termos de configuração do apoio aos jovens autores. Este projeto foi selecionado pela Comissão Europeia e abrange os próximos quatro anos, com uma ambição renovada de identificar os criadores emergentes mais singulares e com a vontade de os apresentar na Europa.

 

Neste âmbito, A Oficina irá integrar na sua programação alguns destes trabalhos em desenvolvimento (work-in-progress) e outros já finalizados, continuando assim a apresentar (e a representar) em Portugal a cena europeia do Novo Circo, sobretudo no que toca aos jovens autores.

 

Recordamos que A Oficina é a entidade cultural responsável pela gestão e programação do Centro Cultural Vila Flor, do Centro Internacional das Artes José de Guimarães, do Centro de Criação de Candoso e da Casa da Memória de Guimarães.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.