Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Há teatro infantil no Festival ORIENTE-SE e os mais pequenos não pagam! - 21 Outubro

ORIENTE-SE – Festival de Teatro | 30 de Setembro a 4 de Novembro

 

Há teatro infantil no ORIENTE-SE e os mais pequenos não pagam!

 

ORIENTE-SE.jpg

 

No dia 21 de Outubro, o ORIENTE-SE – Festival de Teatro Amador é dedicado aos mais pequenos. O Kaspiadas – Grupo Cénico da Casa do Povo de Pontével traz a peça “Farruncha”, de autoria de Jaime Gralheiro, que fala aos mais jovens das ilusões, fantasias e medos que marcam a infância. É já este sábado, às 16h00, no Auditório Fernando Pessa, em Lisboa, e as crianças até aos 12 anos não pagam.

O Festival ORIENTE-SE teve início no dia 30 de Setembro e prolonga-se até 4 de Novembro, acolhendo seis grupos oriundos de várias zonas do País. O anfitrião deste Festival é o Teatro Contra-Senso, grupo de teatro amador, sediado em Marvila, que este ano celebra duas décadas. A criação desta festa do teatro é a forma de comemorar o seu vigésimo aniversário.

O actor Pedro Górgia é o Padrinho desta primeira edição de Oriente-se.

 

FARRUNCHA

 

"Farruncha” é uma peça dedicada especialmente às crianças, composta por um prólogo e três quadros adicionais, da autoria de Jaime Gralheiro, escrita em 1964. Foi publicada nos Cadernos de Juventude e Cultura do Ministério da Educação e Investigação Científica, em 1975. Um Faz-Tudo, o Zico, o Toneca, outros colegas de escola, uma mãe e um espantalho divertido que está farto da sua tarefa compõem uma peça que retrata as ilusões, fantasias e medos associados à infância, recriando momentos de lazer e diversão, que farão as delícias de miúdos e graúdos.

 

Historial do Kaspiadas

 

O Kaspiadas – Grupo Cénico da Casa do Povo de Pontével foi fundado no final do ano de 1967, por um grupo de rapazes que frequentavam o Centro de Orientação de Leitura. E se nos primeiros anos a apresentação das peças estava limitada a um elenco exclusivamente masculino, mais tarde deu-se o ingresso de elementos femininos no grupo. Uma das peças de maior sucesso do grupo foi "O Gato", de Henrique Santana, que foi levada à cena mais do que uma vez, tendo percorrido o país de norte a sul. O Kaspiadas é responsável pela organização do Festével, festival de teatro amador do concelho do Cartaxo.

 

Ficha técnica e artística

Texto: Jaime Gralheiro | Encenação e Direcção: Mário Júlio Reis | Interpretação: José Falagueira, Tiago Santos, Gonçalo Sereno, Daniela Vintém, Filipa Silva, Manuela Calisto, Filomena Calisto, Fátima Calado

 

ORIENTE-SE – Festival de Teatro Amador

Sábados | 30 de Setembro a 4 de Novembro de 2017

Auditório Fernando Pessa

Rua Ferreira de Castro

1900-697 Lisboa



--

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.