Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Helder Macedo premiado com o GRANDE PRÉMIO DE ENSAIO EDUARDO PRADO COELHO

HELDER MACEDO

PREMIADO COM O GRANDE PRÉMIO DE ENSAIO “EDUARDO PRADO COELHO”

APE/C.M. DE VILA NOVA DE FAMALICÃO – 2017

 

image006.jpg

 

Um júri constituído por Artur Anselmo, Clara Rocha e Isabel Cristina Rodrigues decidiu, por unanimidade, atribuir o Grande Prémio de Ensaio “Eduardo Prado Coelho” APE/C.M de Vila Nova de Famalicão ao livro Camões e Outros Contemporâneos, de Helder Macedo (Editorial Presença).

 

Da acta destaca-se: “…. Contemplando oito séculos de literatura, que o autor torna também contemporâneos da sua própria dicção ensaística, este livro impõe-se pela mestria da sua linguagem, precisa, arguta e inventiva, muito fértil como chão de verdadeira tarefa que é a do ensaísmo literário – pensar a literatura dentro da própria literatura.”

O Grande Prémio de Ensaio “Eduardo Pardo Coelho, instituído pela Associação Portuguesa de Escritores patrocinado pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão, destina-se a galardoar anualmente uma obra de ensaio literário, em português e de autor português, publicada em livro, em primeira edição, no         decurso do ano de 2017.

 

O valor monetário deste Grande Prémio é, para o autor distinguido, de € 7.500,00 (sete mil e quinhentos euros) e desde de 2010 distinguiu já Victor Aguiar e Silva, Manuel Gusmão, João Barrento, Rosa Maria Martelo, José Gil, Manuel Frias Martins, José Carlos Seabra Pereira e Isabel Cristina Rodrigues.

 

A data da cerimónia de entrega do prémio será oportunamente anunciada.                                                                                

                                                       

Helder Macedo é professor catedrático jubilado (Emeritus Professor of Portuguese) da Universidade de Londres, King's College, onde foi titular da Cátedra Camões (Camoens Professor of Portuguese) até 2004. A sua vasta obra ensaística inclui estudos fundamentais sobre figuras cimeiras da nossa literatura, como Bernardim Ribeiro, Luís de Camões e Cesário Verde. Paralelamente, a sua obra de ficção e de poesia inclui, entre outros, os romances Partes de África (1991), Pedro e Paula (1998) e Tão Longo Amor Tão Curta A Vida (2013), a colectânea Poemas Novos e Velhos (2011) e o recente Romance (2015), um longo poema narrativo que veio quebrar fronteiras literárias e comprovar uma capacidade de inovação renovada em cada obra.

Fonte:  https://www.presenca.pt/

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.