Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

História do Afeganistão e da Rússia, livro póstumo de José Cutileiro e biografia do cardiologista José Roquette nas novidades de Fevereiro

"Breve História do Afeganistão", de Ricardo Alexandre (Oficina do Livro).

breve_historia_do_afeganistao_de_a_a_z.jpg

Com uma linguagem simples e directa, o jornalista explica o complexo puzzle afegão num livro que resulta de uma pesquisa intensa, de diversas entrevistas e no trabalho de repórter no terreno.  À venda a 8 de Fevereiro.

"A Mais Breve História da Rússia", de José Milhazes (Dom Quixote)

a_mais_breve_histoÌ_ria_da_russia.jpg

Dos Eslavos a Putin passando pelos Czares, o jornalista, que foi durante décadas correspondente em Moscovo da TSF e da SIC, percorre a história do maior país do mundo. À venda a 15 de Fevereiro.

 

"Podia Ter Sido Pior, Escritos 1953-2020", de José Cutileiro (Dom Quixote)

podia_ter_sido_pior (1).jpg

Publicação póstuma dos textos do embaixador. «Num Portugal avaro em ensaístas, aí estava um – diplomado, experiente, lucidíssimo, precioso no bisturi, fino na sua expressão verbal”, escreve Marcelo Rebelo de Sousa no prefácio. À venda a 28 de Fevereiro.

"Conta-me Como Não Foi: Mitos e Mentiras da História de Portugal", de Rui Cardoso (Casa das Letras)

 Na História de Portugal, encontramos mitos para todos os gostos. Desde a escola náutica de Sagres que nunca existiu, ao pioneiro Viriato, que, em boa verdade, andou mais pela Andaluzia do que pela Serra da Estrela. Já para não falar da padeira de Aljubarrota, tão façanhuda como insubstancial. À venda a 22 de Fevereiro.

"De Coração nas Mãos", de José Roquette (Oficina do Livro)  

de_coracao_nas_maos.jpg

Autobiografia do médico e cirurgião cardiotoráxico atualmente presidente do Conselho Clínico do Grupo Luz Saúde. À venda a 22 de Fevereiro.

"O Delíro Nazi, Os Académicos de Himmler e o Holocausto", de Heather Pringle (Casa das Letras)

o_delirio_nazi.jpg

 Em 1935, Himmler fundou um instituto de investigação, no âmbito das SS. destinado a produzir provas arqueológicas da superioridade da raça ariana. Para alcançar o objetivo, que mais não era do que reescrever a história da Humanidade, o arquiteto da Solução Final, recrutou uma mistura bizarra de aventureiros, místicos e, também, mais de uma centena de respeitáveis cientistas e académicos alemães. Nas livrarias a 15 de fevereiro.  

"A Arca", de Monica Wood (ASA) 

A_arca.jpg

Um romance clássico, revisitado, sobre o poder das relações humanas.