Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

HISTÓRIA revive 20 momentos que marcaram o futuro da humanidade para celebrar o seu 20.º aniversário

 

 

A partir de Quarta-feira, 20 março

 

HISTÓRIA revive 20 momentos que marcaram o futuro da humanidade para celebrar o seu 20.º aniversário

 

  • O canal vai emitir uma programação especial exclusiva durante todo o ano, que explorará as histórias do passado distante para nos ajudar a melhorar o futuro.

 

  • À programação especial juntam-se 20 peças curtas de produção própria, nas quais participaram 20 personalidades portuguesas de diferentes áreas de conhecimento que vão comentar a evolução da sua área e revelar as medidas que tomariam para tornar o mundo um lugar melhor.  Entre as personalidades que participaram estão Bárbara Barroso, Diana Prata, Fernando Nobre, Francisco George, Paulo Ferrão e Rui Nabeiro.
  • image008.jpg

    HISTÓRIA comemora 20 anos e, para assinalar este marco, o canal escolheu 20 momentos-chave da História da Humanidade numa viagem que nos levará da pré-história à atualidade. A partir de 20 de março e durante todo o ano de 2019, visitaremos os nossos antepassados Neandertais, voltaremos a maravilhar-nos com pirâmides, teatros e coliseus, redescobriremos novos mundos e culturas e reviveremos o desenvolvimento científico e industrial… E não nos esqueceremos dos erros do passado para tentar assim evitar a sua repetição no futuro.

     

    “Acreditamos que só investigando e conhecendo o passado, o ser humano tem a capacidade de agir no presente para melhorar o futuro. Os factos e pessoas que marcaram a história da humanidade têm as chaves do futuro. Queremos lançar essa reflexão no nosso aniversário, convidando os espectadores a realizarem uma viagem apaixonante e informativa. Uma viagem do passado distante que sem dúvida nos ajudará a melhorar o futuro”, comenta Carolina Godayol, Diretora Geral do The History Channel Ibéria.

    image009.jpg

     

 

 

O primeiro documentário de estreia do especial “20H” a ser emitido no dia 20 de março, pelas 22h15, será “O Último Neandertal”, uma superprodução em que o canal HISTÓRIA recordará em duas horas os feitos mais relevantes da História, dos Neandertais, os primatas que, apesar das condições duras e adversas do planeta, conseguiram adaptar-se e dominar o reino animal. Durante milhares de anos, estes caçadores acumularam conhecimentos, alimentaram crenças e geraram toda uma cultura, mas há cerca de 30 mil anos desapareceram para sempre. “O Último Neandertal” tenta resolver o enigma do seu desaparecimento.

 

“A II Guerra Mundial Desconhecida”, “Leonardo e o retrato perdido”, “Pasteur e Koch, a carreira contra os micróbios”, “Matar uma Rainha”, “A História de Gulag”, entre outros, juntam-se ainda à programação especial dos 20 anos, incluindo também 20 peças de produção própria, das quais participaram 20 personalidades portuguesas de diferentes áreas e projeção internacional, como a Especialista Educação Financeira – MoneyLab, Bárbara Barroso, a Investigadora Instituto de Medicina Molecular,  Diana Prata, o Médico e Presidente AMI, Fernando Nobre, o Presidente Cruz Vermelha Portuguesa, Francisco George, o Presidente Fundação para a Ciência e Tecnologia,  Paulo Ferrão ou o Presidente Grupo Nabeiro - Delta Cafés, Rui Nabeiro, entre outros, que dão o seu testemunho sobre a evolução da sua área de conhecimento e revelam as medidas que tomariam no presente para tornar o mundo um lugar melhor. 

Além disso, assente no tema #HISTÓRIADOFUTURO, os testemunhos serão guardados numa cápsula do tempo, como um legado, para que possam ser abertos daqui a 20 anos pelo canal e verificar se as previsões de cada uma das personalidades foram cumpridas.

 

Durante as duas décadas, foram emitidas mais de 172.000 horas de conteúdos distribuídos em mais de 1.800 títulos, dos quais mais de 100 títulos foram produzidos localmente e são sobre conteúdos portugueses pensados para aproximar o público português ao canal. 

 

Com mais de 150 horas dedicadas a produções próprias durante os 20 anos, em Portugal, desde 2015, 5 das 6 séries mais vistas do HISTÓRIA foram de produção própria, destacando especialmente “As Faces de Fátima”, “Templários” e os especiais produzidos em 2017 e 2018 de “Portugal Desconhecido”. O canal revela ainda que tem um projeto ambicioso de produção própria em desenvolvimento relacionado com a História de Portugal com estreia prevista em 2019.

 

Em termos de produções internacionais de grande êxito, “O Preço da História”, “A Maldição de Oak Island” e “Forjado no Fogo” foram os títulos mais assistidos pelos portugueses.

 

Produzido por The History Channel Iberia, uma joint-venture entre a AMC International Southern Europe e a A+E Networks, o canal HISTÓRIA é uma marca de prestígio internacional que está disponível em mais de 160 países e que chega a mais de 330 milhões de espectadores em todo o mundo.

 

“Em Portugal, o canal é distribuído pelas principais operadoras - MEO, NOS, NOWO e Vodafone – que nos têm apoiado e ajudado a continuar a crescer. Nos últimos 20 anos, mais de 10,5 milhões de espectadores portugueses tiveram contacto com os conteúdos do canal. Nos últimos cinco anos o canal triplicou a audiência, sendo a série mais assistida destes 20 anos um episódio de “O Preço da HISTÓRIA”, em 2018”, acrescenta Carolina Godayol.

 

O canal nos últimos 10 anos também fez o esforço de aprofundar o compromisso de divulgar o passado e torná-lo acessível a todos, levando os seus conteúdos para além da televisão. O resultado são os 9 livros que foram publicados no mercado português com grande sucesso. Atualmente, o canal lançará em breve, nos próximos meses, o 10º título, A GUERRA TOTAL, no qual os leitores terão a oportunidade de aprender sobre os aspetos menos conhecidos do conflito, como o papel das mulheres na luta , a guerra dos espiões, a importância da economia quando se trata de derrubar as balanças da vitória ... Tudo isso com o rigor usual do HISTÓRIA.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.