Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Homenagem ao compositor que fez renascer a música portuguesa abre Serões Musicais na Pena | 2 e 3 de março

image004.png

 

Trio Pangea estreia-se nos “Serões Musicais no Palácio da Pena”, apresentando-se nos concertos de abertura, a 2 e 3 de março. O programa assinala a efeméride dos 150 anos do nascimento do grande pianista, compositor e pedagogo José Vianna da Motta.

 

A 4.ª edição dos Serões Musicais tem início nos dias 2 e 3 de março, com uma homenagem a uma grande figura da música portuguesa: José Vianna da Motta (1868-1948). Brilhante pianista de carreira internacional, compositor que mudou o rumo da música portuguesa e pedagogo de exceção, Vianna da Motta marcou o século XX português. Foi graças ao apoio de D. Fernando II e da Condessa d’Edla que, aos 14 anos, foi estudar para Berlim (e também com Franz Liszt, em Weimar), ali permanecendo até ao eclodir da I Guerra Mundial. Quando regressou a Lisboa, em 1917, empreendeu com Luís de Freitas Branco uma profunda reforma pedagógica no Conservatório Nacional, instituição de que foi diretor durante duas décadas.

 

O programa “Trios românticos – Homenagem a Vianna da Motta” do Trio Pangea evoca assim o autor da Sinfonia ‘À Pátria’ por meio do seu Trio em Si menor, datado de 1889. Completam o programa duas obras de Robert Schumann (1810-1856), compositor alemão que muito influenciou Vianna da Motta: ouviremos as três Romanzen, op. 94 (versão para violoncelo e piano) e o Trio com piano n.º 1, em Ré menor, op. 63.

 

De Portugal viajamos, portanto, até à Alemanha, associando os dois países aos quais o “rei-artista” D. Fernando II, de origem alemã, mais estava ligado.

 

O ciclo Serões Musicais no Palácio da Pena é uma iniciativa conjunta da Parques de Sintra e do Centro de Estudos Musicais Setecentistas em Portugal (CEMSP), tendo por diretor artístico o maestro Massimo Mazzeo. Os “Serões Musicais” iniciam a Temporada de Música Erudita da Parques de Sintra, a qual inclui ainda, em julho, os “Reencontros – Memórias musicais no Palácio de Sintra”, e, em outubro e novembro, o ciclo “Noites de Queluz – Tempestade e Galanterie”.

 

Informações úteis:

Preço de bilhete por concerto: 10€

Capacidade do Salão Nobre: 80 lugares

Locais de venda: Bilheteiras da Parques de Sintra, FNAC, Worten, El Corte Inglés, Altice Arena, Media Markt, lojas ACP, rede PAGAQUI e Postos de Turismo de Sintra e Cascais.

Online em www.parquesdesintra.pt e em www.blueticket.pt

M/6

 

Após o início do espetáculo, apenas no intervalo será permitida a entrada na sala. Poderá haver concertos sem intervalo.

Falta de comparência ou atraso não dão direito a reembolso do valor do bilhete.

 

O ciclo “Serões Musicais no Palácio da Pena” tem como parceiro o Prémio Jovens Músicos e conta com a Antena 2 como ‘media partner’.

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.