Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Imagens emblemáticas recordam 25 de Abril em exposição no IPS

Imagens emblemáticas recordam 25 de Abril em exposição no IPS

“Os Rapazes dos Tanques”, de Alfredo Cunha, patente no átrio da ESE/IPS até 4 de maio

 

Mundos_Tanques.jpg

 

Algumas das imagens mais emblemáticas sobre o dia que terminou com 48 anos de ditadura em Portugal estão por estes dias patentes no átrio da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal (ESE/IPS), através da exposição “Os Rapazes dos Tanques”, do fotógrafo Alfredo Cunha, integrada no ciclo “Os Mundos em que Vivemos”. 

O conjunto de fotografias, parte de um livro homónimo (Porto Editora, 2017) em coautoria com o jornalista Adelino Gomes, surge como uma homenagem aos homens da Cavalaria que protagonizaram essa quinta-feira inicial, dia 25 de abril de 1974, em especial o capitão Salgueiro Maia, que encabeçou os acontecimentos no Terreiro do Paço e Largo do Carmo, gerindo essas horas decisivas, de dúvidas, receios, ansiedade, tensão, e também de esperança e alegria, partilhadas com os civis que iam chegando.

A mostra, patente até ao próximo dia 4 de maio, contará com uma visita guiada no 26 de abril, entre as 13h30 e as 14h30, a cargo da docente Ana Pessoa, do Conselho Pedagógico da ESE/IPS.

O autor, Alfredo Cunha, com vários livros de fotografia já publicados, trabalha atualmente como freelancer, desenvolvendo vários projetos editoriais. Foi editor de fotografia dos jornais “Público”, “Comércio do Porto” e “Jornal de Notícias” e da revista “Focus”, além de diretor de fotografia da agência Global Imagens. Foi igualmente fotógrafo dos presidentes da República António Ramalho Eanes e Mário Soares.  

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.