Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Inauguração da Exposição "LAPIS" de Fotografia, Escultura, Desenho - 15 de março

Cartaz_redes_sociais.png

 

No dia 15 de março, sexta feira,  a Galeria recebe um projeto coletivo de três artistas: um escultor, um fotógrafo, um ilustrador e pintor.  Como o que os une neste projeto  é a pedra atribuiram o título “LAPIS” à exposição. Trata-se essencialmente  de  uma reflexão conjunta sobre a evolução da vida humana à volta da pedra, a forma como contribuiu para o seu desenvolvimento, a sua  capacidade criativa e artística  ao longo do tempo. 

 

António Delicado – Fotógrafia

 

Nasceu em 1945 e  é arquiteto de formação e de profissão. Faz fotografia desde 1965, tendo começado por encarar a produção fotográfica como um objeto/meio de produção da arquitetura. Desenvolve uma atividade com caráter mais intenso e constante a partir de 2002. Tem participado em inúmeras exposições, em coletivo ou individualmente, tendo também fotografias suas integradas em livro.

 

António Diogo Rosa – Escultura

 

Nasceu em Abrantes, mas é tomarense de coração. Quatro anos de infância em África terão certamente grande influência em algumas das suas formas de expressão artística. Na vida social é afável e amigo, capaz de encontrar soluções, promover diálogos e lançar novos desafios. Artista multifacetado, tem na escultura e em especial na escultura em pedra a sua mais entusiástica forma de expressão.

 

Luís Filipe Gomes - Desenho

 

Desenha compulsivamente desde criança. O seu mundo estruturado no desenho e na escrita integra a cultura tradicional e a cultura erudita nos seus mais variados aspetos. Admira tudo, tudo é digno da sua atenção, desde a forma como se esculpe em pedra, como se canta uma canção, como se coze um pão ou como se toca um piano, nada escapa à sua investigação a que dedica longas horas de estudo.

 

A exposição estará patente até dia 03 de maio.