Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

IPS promove reflexão “fora da caixa” sobre multiculturalidade e inclusão

 

Gonçalo Cadilhe é um dos convidados de seminário integrado no 40.º aniversário

003.JPG

 

Gonçalo Cadilhe, escritor e viajante, e a jornalista Francisca Gorjão Henriques, também presidente da Pão a Pão – Associação para a Integração de Refugiados do Médio Oriente, são alguns dos oradores do seminário “Migrações, multiculturalidade, desenvolvimento e inclusão”, a decorrer no próximo 10 de abril, no âmbito das comemorações do 40.º aniversário do Instituto Politécnico de Setúbal (IPS).

 

Marcada para as 14h30, no auditório da Escola Superior de Educação (ESE/IPS), esta será a primeira de um ciclo de iniciativas que visam contribuir para a promoção do pensamento crítico sobre a sociedade atual, abordando temáticas como a inclusão e o desenvolvimento sustentável das sociedades, numa perspetiva que se pretende “fora da caixa” e de reflexão com vista à ação.

 

Carlos Rabaçal, vereador da Câmara Municipal de Setúbal, Luís Vitorino, presidente da Associação de Estudantes Angolanos, e Pedro Sousa, docente da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Nova de Lisboa, completam o painel de convidados deste primeiro seminário, com moderação de Cristina Gomes da Silva, diretora da ESE/IPS, numa partilha de experiências de integração social, económica e académica em diversos contextos.

 

A iniciativa oferece também a oportunidade de visitar, no átrio da ESE/IPS, a exposição “Take nothing but pictures”, de Gonçalo Cadilhe. Considerado o primeiro viajante profissional português, o autor celebra nesta mostra três décadas de viagens, ao longo de dezenas de países, através de um conjunto de imagens que revelam “uma observação discreta e sem preconceitos do mundo”.