Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Jaqueline de Montaigne expõe Natura est Theatrum na galeria Espaço Exibicionista -

image006.jpg

 

 

Da parede para a galeria, a conceituada muralista portuguesa Jaqueline de Montaigne coloca a natureza no centro do novo trabalho. A exposição inaugura dia 31 de maio, e está exposta até dia 24 de junho.

 

Jaqueline de Montaigne é, apesar do nome, portuguesa. A artista de 39 anos é sobretudo reconhecida pelas obras espalhadas por vários locais de Lisboa, murais emblemáticos que são parte da moldura de Lisboa, diariamente fotografados por turistas e curiosos.  Porém, Jaqueline de Montaigne não é apenas uma conceituada muralista, é uma ativista que usa a arte como forma de defender a sua visão do mundo.

Agora, com a crescente epidemia de mudanças climáticas induzidas pelo homem, Jacqueline coloca a natureza no centro do palco da exposição, ao demonstrar casos e chamar a atenção para várias espécies em seu esplendor teatral natural.

 

Natura est Theatrum é uma exposição individual da pintora e muralista que vai estar aberta ao público na Galeria Espaço Exibicionista, em Lisboa, de 31 de maio a 24 de junho. A exposição reúne aguarelas científicas detalhadas, misturadas com obras de arte que se expandem em murais e pequenas instalações. A sua marca azul torna-se secundária às cores fortes usadas para mapear o aquecimento global.

Nascida em Lisboa, e de família portuense, Jaqueline de Montaigne pretende assim, uma vez mais, desenvolver o seu talento artístico numa causa bem atual, saindo das ruas para uma das jovens galerias lisboetas.