Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

"João e Beatriz": Peça da dramaturga premiada do Québec, estreia em Sintra

Carole Fréchette em Portugal

 

Peça da dramaturga premiada do Québec, estreia em Sintra

 

João & Beatriz, com encenação de Nuno Nunes e figurinos de Alexandra Moura,

irá juntar Sofia Borges e Luis El Gris no palco da Casa de Teatro de Sintra

 

Companhia de Teatro de Sintra, pertencente à Associação Cultural Chão de Oliva, traz, pela primeira vez a Portugal, a peça João & Beatriz de Carole Fréchette, dramaturga do Canadá, traduzida e representada em várias línguas e países. Com encenação de Nuno Nunes, a peça estreia no próximo dia 4 de outubro, estando em cena até dia 21 do mesmo mês, na Casa de Teatro de Sintra.

A celebrar o percurso de uma das mais reputadas autoras do teatro contemporâneo, Carole Fréchette estará pela primeira vez em Portugal, marcando presença na estreia da peça. Com cerca de vinte peças editadas, o trabalho da autora é atualmente um dos mais difundidos e respeitados na dramaturgia em língua francesa, tendo sido agraciada com inúmeros prémios, nomeadamente o Siminovitch Prize in Theatre em 2002, um dos mais prestigiados prémios no Canadá, e com o Prémio SACD de Dramaturgia Francófona.

João & Beatriz é a fábula de uma mulher, Beatriz, aparentemente em busca de um homem que possa libertá-la da solidão. Na tentativa de encontrá-lo, faz circular um anúncio em que promete uma recompensa substancial àquele que souber cativá-la, comovê-la e seduzi-la. Por esta ordem. Com vista a receber a recompensa, João, um dos candidatos, responde ao anúncio. Submete-se, assim, às três provas daquela mulher intempestiva. É então que, durante a peripécia, Beatriz impõe um novo desafio: João terá de inventar o amor. Tendo o apartamento de Beatriz como fundo, os dois encenam a intimidade e a troca de confidências, mas também cultivam a distância e não evitam o conflito. Em causa, está a questão: basta acreditar no amor para que ele exista?

Na pele de "Beatriz" estará Sofia Borges, presente nos palcos portugueses com a participação em peças como As Criadas de Jean Genet, Play Strindberg de Friedrich Dürrenmatt, ou Casa de Bonecas e Peer Gynt de Henryk Ibsen. A atriz, também autora, encenadora e professora, é ainda uma estudiosa e conhecedora das obras de Fréchette, assinando a tradução da peça que aqui se apresentada.

"João" estará a cargo de Luis El Gris, ator, encenador e autor, tendo já pisado os palcos e passado pelo teatro radiofónico, a dança, o vídeo e o cinema, onde trabalhou com nomes como Ruy Otero, João Garcia Miguel, Félix Lozano ou Teresa Prata.

A encenação é levada a cabo por Nuno Nunes, encenador, ator e produtor reconhecido pelas suas aparições em cinema, teatro e televisão. Como encenador, obteve o prémio "Teatro n' A Década" com O Escurial de Michel de Ghelderode e trabalhou também textos de António Patrício, José Régio, Franz-Xaver Kroetz, Gil Vicente e August Strindberg.

João & Beatriz vai estar em exibição na Casa de Teatro de Sintra, entre 4 e 21 de outubro. De quintas a sábados, a sessão tem início às 21h30 e domingos, às 16h. O valor do bilhete é de 7,50€, existindo vários descontos para grupos, jovens, entre outros. Há ainda bilhetes para o espetáculo com refeição incluída, a um custo de 15€.

Além da peça na Casa de Teatro de Sintra, a presença de Carole Fréchette em Portugal será ainda marcada pela Leitura Encenada de outra das obras de que é autora: As Quatro Mortes de Marie. Esta terá lugar no dia 6 de outubro, pelas 17h, na Livraria Ler Devagar, na LX Factory, em Lisboa, com entrada livre. As Quatro Mortes de Marie foi também traduzida por Sofia Borges, que se junta, na leitura, a Carmen Santos, José Neves, Paula Pedregal e também Luis El Gris, dirigidos por Nuno Nunes.

 

Mais informações em: 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.