Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

José António Cabrita apresenta “Na Lonjura de Timor” | 22 de outubro, 16h30 - Sociedade Filarmónica Palmelense "Loureiros"

José António Cabrita apresenta “Na Lonjura de Timor”

 

O livro “Na lonjura de Timor/ lha dook rai timor”, de José António Cabrita, é apresentado este domingo, dia 22, às 16h30, na Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros”, em Palmela. A sessão - realizada no âmbito do XIII Festival Internacional de Música – Palmela “Terra de Cultura”, promovido pela Sociedade Filarmónica Palmelense “Loureiros” com o apoio da Câmara Municipal, e que decorre até 11 de novembro - é aberta à população em geral e conta com a presença do autor.

Nascido em 1949, José António Cabrita estudou e ensinou Sociologia, tendo-se dedicado, também, à investigação de diversos temas, entre os quais, um que lhe é particularmente caro: a cultura caramela e a história de Pinhal Novo. A este propósito, escreveu, por exemplo, “José Maria dos Santos. E antes do «grande agricultor?»” (1999), “Folclore da região caramela ou folclore de feição caramela entre Tejo e Sado?” (2000) ou “Rio Frio, retrato de uma grande casa agrícola” (2006).

Timor, onde já viveu em três períodos distintos, é outra das suas paixões e tema de reflexão, da qual nasceram publicações como “ET Wave – Mulheres de Timor Leste contra a violência e pelo cuidado das crianças” (2001) e “Expressões de uma lusofonia doida. Casos de deportação política para a lonjura de Timor” (2015).

O livro “Na lonjura de Timor/ lha dook rai timor” foi apresentado no Auditório Municipal de Pinhal Novo, no ano passado.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.