Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

José de Almada Negreiros em exposição no NorteShopping

 

Exposição temporária encerra “O Circo de Fernand Léger”

José de Almada Negreiros em exposição no NorteShopping

 

image003.jpg

 

As obras de José de Almada Negreiros já chegaram ao NorteShopping e juntam-se agora à exposição “O Circo de Fernand Léger”. É na zona de destaque das exposições temporárias - “Circo na Arte Portuguesa” – que os visitantes poderão ver as diversas obras do artista cuja fonte de inspiração foi a arte circense. Patente de 4 a 22 de outubro, esta exposição temporária marca também o fim da iniciativa “O Circo de Fernand Léger”.

É a “Coleção Saltimbancos” de José de Almada Negreiros que ocupa o espaço “Circo na Arte Portuguesa” – uma coleção singular e prestigiada do século XX que marca o decorrer da sua carreira. O artista viu nestas figuras uma ligação idêntica aos artistas de teatro italiano que, tal como os saltimbancos, situavam-se entre palhaços e heróis, como personagens que viviam do espetáculo como forma de servir a sociedade. Multifacetado e de ideias vanguardistas, Almada Negreiros abraçou as artes plásticas, o desenho, a pintura e a escrita, e desenvolveu uma extensa atividade artística criando o grupo Modernista em Portugal. Com esta coleção, o artista coloca os saltimbancos como figuras provocadoras da sociedade. Estas figura de saltimbancos surgiu durante a Idade Média, como um coletivo de artistas  que  criavam   pequenas   exibições  improvisadas  de  malabarismo, acrobacia e comédia, em praças, ruas e feiras medievais. Eram distintos por viajarem  de  cidade  em  cidade,  à  mercê  da  sociedade,  sob  a  condição  da comida e do dinheiro que conseguiam recolher ao final do dia (após os pequenos espetáculos). Os saltimbancos ficaram conhecidos pela faceta de entretenimento popular e por recorrerem ao Nomadismo como estilo de vida.

É também no âmbito desta exposição que, dia 13 de outubro às 17h00 no Fórum FNAC do NorteShopping, Teresa Ricou, fundadora do Projeto Chapitô, Paulo Robalo, artista plástico e Paulo Ribeiro, antigo Diretor do Teatro Viriato de Viseu e da Companhia Nacional de Bailado, se juntam para conversar sobre a “Performance Circense na atualidade”. Depois do sucesso da primeira talk sobre a “Influência do Circo nas Artes Visuais”, este segundo momento conta agora com o jornalista Júlio Magalhães como moderador e pretende refletir sobre questões como O Circo é Arte? Além da tenda, o que é o Circo? Qual a importância do Circo nos dias de hoje?, e muito mais.

A Exposição de José de Almada Negreiros pode ser visitada até ao dia 22 de outubro, na Praça Central do NorteShopping, todos os dias, das 10H00 às 24H00, e tem entrada gratuita. A exposição de Fernand Léger é composta por 52 litografias em 29 quadros da obra-prima do artista, e conta com o Professor Jorge Barreto Xavier, gestor cultural e antigo Secretário de Estado da Cultura, como embaixador e a curadoria e produção de State of the Art.