Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

La Clemenza di Tito, de Mozart, em Almada, dia 5 de Março

image001.jpg

 

image002.jpg

 

La clemenza di Tito, em Almada, dia 5 de Março

 

 

A Orquestra Metropolitana e o Coro de Câmara Lisboa Cantat apresentam no Domingo, dia 5 de Março, às 16h, no Teatro Municipal Joaquim Benite, em Almada, La clemenza de Tito, de Wolfgang Amadeus Mozart, com direcção musical de Pedro Amaral.

 

O Atelier de Ópera da Metropolitana vai já na sua quarta edição, tendo como principal objectivo promover o contacto de jovens cantores em início de carreira com uma partitura operática e uma orquestra profissional. Com efeito, foi este o projecto que, no ano passado, trouxe As bodas de Fígaro à Sala Principal do TMJB. Este ano a ópera escolhida resulta de uma encomenda feita a Mozart por Leopoldo II, Imperador do Sacro Império Romano-Germânico, para a cerimónia da sua coroação como Rei da Boémia. Mozart compô-la em pouco mais de duas semanas, no Verão de 1791, inspirado por um antigo libreto de Pietro Metastasio que dá conta da trama palaciana que envolve o imperador romano Tito.

Wolfgang Amadeus Mozart (1756-1791) foi um prolífico compositor e instrumentista austríaco, cuja obra influenciou profundamente o cânone da música ocidental. Por iniciativa do pai, iniciou um périplo pela Europa quando ainda era criança, tendo actuado desde cedo para famílias reais e membros da aristocracia.

Pedro Amaral (n. 1972) é maestro, compositor, professor e director artístico da Orquestra Metropolitana de Lisboa. Obteve a sua formação musical em Lisboa, Paris, Budapeste e Milão, tendo concluído um mestrado e um doutoramento sobre a obra de K. Stockhausen.

 

TEATRO MUNICIPAL JOAQUIM BENITE | SALA PRINCIPAL | M/6

5 MAR | DOM às 16H

 

PREÇO: 7,5€ a 15€  

 

 

RESERVAS: +351 212 739 360
COMPRAR: http://cta.bilheteiraonline.pt/