Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Lília Lopes apresenta “O meu verbo é ir” em Lisboa e no Porto

Lilia Lopes - O meu verbo é ir 3.jpg

 

A atriz Lília Lopes vai apresentar o seu primeiro livro, “O meu verbo é ir”, na FNAC Chiado dia 8 de março e na FNAC Santa Catarina no Porto a 14 de março.

 

"o meu verbo é ir" é um livro de Lília Lopes sobre o percurso de 12 mulheres que viveram à frente do seu tempo. O livro é composto por histórias de vida de mulheres seniores anónimas, que foram exemplos de luta pela igualdade de género e de direitos, mostrando-se emancipadas perante o seu tempo. Viver no feminino foi, e continua a ser, a sua maior luta.

 

O livro, em forma de sebenta, é o resultado final de um trabalho de pesquisa feito a diferentes mulheres, que migraram para Lisboa na sua infância ou juventude, na procura de melhores condições de vida. Os seus testemunhos são apresentados através de uma narrativa extra biográfica, acompanhada por imagens de arquivo e registos atuais das mulheres inquiridas. O projeto, realizado em 2022, faz um retrato sem tempo de Portugal através de vozes femininas dos 55 aos 90 anos, de diferentes profissões, extratos sociais e contextos onde se inseriam. 

O livro resulta numa publicação independente da autora; e contou com o apoio da Casa do Artista, da associação A Avó Veio Trabalhar, da Junta de Freguesia de Santo António, da Start-Up Cultural da Arruda, da Fundação da Juventude, da Força de Produção, e teve o financiamento do Ministério da Cultura.  

 

Lília Lopes nasceu perto do Porto em 1991. Vive em Lisboa desde 2014, onde tem trabalhado maioritariamente na área artística, desde o teatro à performance. Em 2022 escreveu o seu primeiro livro, resultado de um trabalho de pesquisa feito a mulheres seniores em Lisboa, com o intuito de conhecer e de partilhar histórias inspiradoras.