Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Livro inacabado de Ulrich Beck chega a Portugal

Ulrich Beck, um dos grandes pensadores e sociólogos europeus do Pós-guerra, não conseguiu terminar A Metamorfose do Mundo, a sua última obra, que chega agora às livrarias portuguesas pela chancela do Grupo Almedina, Edições 70. No livro, o autor tenta explicar por que razão já não compreendemos o mundo.

 

Considerado uma referência da sociologia contemporânea, o alemão Ulrich Beck morreu a 1 de janeiro de 2015 devido a um ataque cardíaco, não conseguindo, assim, terminar a sua última obra: A Metamorfose do Mundo.

 

No livro, que tem 274 páginas e que ficou inacabado, o alemão foca-se sobretudo em questões relacionadas com as mudanças no mundo e introduz a distinção entre mudança e metamorfose ou, de uma forma mais rigorosa, entre mudança na sociedade e metamorfose do mundo.

 

De acordo com Ulrich Beck, a mudança social ou na sociedade, põe em destaque a transformação permanente, enquanto que os conceitos básicos e as certezas que os sustentam continuam constantes. Pelo contrário, a metamorfose destabiliza essas certezas da sociedade moderna e muda o foco para o “ser-no-mundo” e para o “ver o mundo”, para acontecimentos e processos inesperados, que passam geralmente despercebidos, e que prevalecem para além dos domínios da política e da democracia como efeitos secundários da modernização técnica e económica radical.

 

Deste modo, Ulrich Beck, que se destacou porque falava de uma outra modernidade, chega à conclusão de que a metamorfose significa simplesmente que aquilo que ontem era impensável é hoje real e possível.

 

As desigualdades sociais e as alterações climáticas que se verificam hoje em dia são dois dos inúmeros temas que o autor aborda neste livro, explicando por que razão já não compreendemos o mundo.

 

Esta é o terceiro livro do autor que chega a Portugal. A Sociedade de Risco, obra mais conhecida de Ulrich Beck, originalmente publicada em 1986, foi a primeira, seguida de A Europa Alemã. De Maquiavel a “Merkievel”: Estratégias de Poder na Crise do Euro, que chegou às livrarias portuguesas em 2013, também pela chancela do Grupo Almedina, Edições 70.

 

De realçar que no ano anterior à sua morte, em 2014, o autor, que nasceu em 1944 na Pomerânia, esteve em Portugal para falar sobre a Europa.

 

 

 

Sobre o autor:

Ulrich Beck (1944-2015) foi um dos grandes pensadores e sociólogos europeus do Pós-guerra com uma influência mundial assinalável, a par de Jürgen Habermas e de Claus Offe. A sua carreira foi preenchida com interesses bastante variados. Além de ter sido Professor Emérito de Sociologia em Munique, deu aulas em Harvard, na London School of Economics, e foi autor de uma obra vasta considerada fundamental para a sociologia contemporânea.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.