Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Marina Nabais estreia "De Seda" no Festival IF Barcelona | dança

 

afe680d0-20eb-4581-b1c5-748ddb5b1ac8.jpg

 

“De Seda”, nova criação da coreógrafa  Marina Nabais, estreia esta quarta-feira em Barcelona, onde inaugura o IF Barcelona, Festival que se prolonga até 10 de Janeiro de 2016 com uma vasta programação multidisciplinar.   Única presença nacional na 1ª edição do IF Barcelona, o trabalho de Marina é destacado pela gestora do Festival Giulia Poltronieri, em comunicado ao “El País”, pela sua transversalidade a públicos da infância e adultos – marca presente no trabalho da coreógrafa desde 2008.
O IF Barcelona dedica-se ao teatro visual de objectos e marionetas, com uma visão ampla face à variedade tecnológica e de géneros. “De Seda” é apresentado no espaço Arts Santa Mònica na quarta-feira dia 4 de Novembro pelas 20h30, com reposição especial para famílias no domingo dia 8 de Novembro pelas 12h no Antic Teatre.
Depois do sucesso de “Miocárdio” (2014), espectáculo-oficina para crianças que circulou por todo o país em busca de metáforas para o coração, Marina regressa ao palco com “De Seda” para explorar um dispositivo muito particular iniciado com “O peso de uma semente" (2013) e desenvolvido em "Sediela” (2014): fios de nylon amplificados atravessam o palco e reagem sonoramente ao movimento. Um dispositivo que objectifica o espaço, o tempo e o som através da dança. Propõe-se um jogo entre real e virtual, expresso na invisibilidade dos fios de seda e numa coreografia tornada imprevisível.   Fios tecidos para amaciar o ar. Um labirinto invisível habitado por uma bailarina. Um caminho de segredos e de magia estética, sonora e abstracta que paira no ar. + info    A direcção artística, coreografia e interpretação são de Marina Nabais, com figurinos de Nuno Nogueira e Ainhoa Vidal em colaboração com a criadora; cenografia de Marina Nabais em colaboração com Gonçalo Alegria, que assina também o espaço sonoro; e desenho de luz de Miguel Cruz. O projecto conta com co-produção da Culturgest, onde em Abril de 2016 torna a apresentar-se com a participação de jovens lisboetas.     Coreógrafa, bailarina, professora e produtora, Marina Nabais parte da consciência e percepção do corpo em transformação e da metamorfose do movimento para explorar a anatomia aplicada à dança e estimular o imaginário do espectador.     Marina é autora de “Avesso” (2008); “Por um rio” (2011); “Notocorda” (2012); “O peso de uma semente” (2013); “Sediela”, “Dançário” e “Miocárdio” (2014). É mestre em Artes Performativas - Teatro do Movimento pela ESTC, com bacharelato na Escola Superior de Dança de Lisboa e pós-graduação na School For New Dance Development em Amesterdão e o Curso de Dança na Comunidade do Fórum Dança de Lisboa. Desenvolve o seu projecto artístico em nome próprio através da Marina Nabais, associação cultural, em parceria com diversas instituições e colaboração com criadores de diferentes áreas artísticas. 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.