Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

MATCH ATTACK - Curadoria do Palco NOS Clubbing, dia 8 de Julho no NOS Alive

0d4ff35c-4c75-4ea4-aebd-7acf2b557b13.jpg

 

MATCH ATTACK

 

Curadora de um dos principais palcos do NOS Alive

No dia 8 de Julho, pelo NOS Clubbing irão passar nomes como The Discotexas Band, GPU Panic, Ghost Wavvves, Marvel Lima, Mike El Nite, Mr. Herbert Quain, Switchdance ou Trikk, para além de muitas surpresas. 
 

A Match Attack, umas das principais agências de artistas em Portugal vai juntar no dia 8 de Julho, no Palco NOS Clubbing do NOS Alive, alguns dos seus mais reconhecidos artistas para aquilo que se espera ser uma noite inesquecível, de grande festa para todos, com nomes exclusivamente nacionais mas que também têm dado cartas fora de portas. Do luxuoso cartaz contam nomes como: The Discotexas Band, GPU Panic, Ghost Wavvves, Marvel Lima, Mike El Nite, Mr. Herbert Quain, Switchdance ou Trikk.

Apresentando cada um, a The Discotexas Band, quase que as dispensava. Os três elementos que a compõem tinham lugar em qualquer palco de qualquer festival pelo mundo fora, falamos pois claro de Da Chick, Moullinex e Xinobi. A comemorar os 10 anos da editora nacional Discotexas, fundada pelos dois últimos, irão apresentar o especialíssimo espetáculo "10cotexas", onde passarão em revista, durante uma hora, os grandes sucessos de cada um deles e ainda darão um cheirinho daquilo que é a coletânea conjunta que saiu no mês passado. 

Guilherme Tomé RIbeiro é GPU Panic ou o "Gui dos Salto" mas é sob o signo do primeiro que irá marcar presença no NOS Alive. O seu primeiro EP, que sairá brevemente explora texturas eletrónicas num ambiente nostálgico e enigmático, onde, por vezes, a voz ao fundo conduz a música e funde-se com os sintetizadores, basslines e beats que guiam o público ao longo de três curtas viagens. Presente este ano na Red Bull Music Academy, estreou na RBMA Radio o primeiro single "Tanger" e atuou pela primeira vez como GPU Panic, numa noite que contou com a presença de nomes como Suzane Cianni, Veronica Vasicka e Kaitlyn Aurelia Smith. No festival apresentará ao vivo o novo EP dois dias depois de estrear um novo tema através da RBMA, a não perder.

Ghost Wavvves é outro nomes que estará no dia 8 de Julho no Palco NOS Clubbing. Com um novo EP a sair amanhã, dia 30 de Junho e uma nova música que sairá já no dia 5 de Julho pela Red Bull Music Academy, onde também esteve este ano, estará no Festival com muitas coisas novas para apresentar e com  um live que vai levar o público a viajar ao seu bem vincado mundo virtual. 

Os Marvel Lima são uma das grandes revelações nacionais do último ano e pretendem que 2017 seja um ano de consolidação. Entre vozes, percussões, sintetizadores, guitarras, baixo e bateria, este projeto oriundo de Beja, recria a ambiência distorcida de uma viagem temporal entre os anos originais do rock psicadélico e a música contemporânea de hoje, com um forte tempero mediterrâneo e assumida influência latina. Para o NOS Alive prepararam também eles um espetáculo especial com alguns convidados e com um tema novo que será apresentado em exclusivo, no NOS Clubbing, no dia 8 de Julho.

O desfile de talento continua com Mike El Nite. Aliado ao produtor Dwarf, o rapper não se acanha de desenterrar os guilty pleasures portugueses do passado e de voltar a apresentá-los sob uma lente contemporânea. A renúncia do lado formulaico do trap da dupla no álbum, fez com que “O Justiceiro”, o primeiro LP de Mike El Nite, tivesse impacto no panorama do hip hop português. Para não destoar e depois de fechar o ciclo d'O Justiceiro com o tema "Oliude", Mike El Nite prepara um novo tema, produzido com Dwarf para agitar o Palco do NOS Alive. 

Mr. Herbert Quain é sempre uma novidade, é daqueles que nunca tem um espetáculo igual e que por isso vale sempre a pena ver de novo. Grande exemplo disso foram as passagens por palcos como LUX Frágil, Musicbox Lisboa, Indústria, Plano B e o RBMA Boiler Room Lisbon sempre cheias de gente e com grande componente também visual. No NOS Alive, é aqui que Mr. Herbert Quain se vai destacar. Para além da sua sonoridade única, em estreia estará um novo espetáculo audiovisual preparado para a ocasião.

Só assim já valeria a pena mas faltam duas das maiores promessas da música eletrónica portuguesa. Switchdance ou Marco Antão é DJ residente do LUX mas os seus pontos fortes não se ficam por aqui. Nos últimos tempos lançou pela Galaktika Records uma remix que percorre todas as pistas de dança, um pouco pelo mundo fora. Também a Innervisions a editora de dois nomes como Dixon e Ame lançaram numa coletânea recente o tema "O Amolador" mostrando que os maiores do mundo eletrónico já não o tirarão debaixo de olho. 

Finalizando da melhor forma, outro nome também apadrinhado pela Innervisions mas que já foi agarrado com unhas e dentes. Falamos de Trikk, um dos maiores motivos de orgulho da cena eletrónica portuguesa. Com passagem por Londres e agora sediado em Berlim, onde vai atuar na Berghain em Julho, Trikk é já um dos nomes fortes daquela editora, tendo editado o EP “Florista” no final de 2016. Mas o DJ e produtor não pára. No NOS Alive irá apresentar a mais recente Remix que será lançada pela Innervisions no dia 14 de Julho mas para o final de Outubro tem já dois EPs prontos a sair. Um nome dos grandes no dia 8 de Julho, no Palco NOS Clubbing. 

Os bilhetes do NOS Alive já estão esgotados mas haverá sempre lugar para mais um na grande festa do Palco NOS Clubbing no último dia do Festival. 

63d63de0-c101-4576-a4be-22d4820af0e6.jpg