Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

MEIA 2018 - Música Experimental e Improvisada em Aveiro de 22 a 25 de Novembro

meia18bann.jpg

 

O Improviso e o Experimentalismo estão de volta à cidade de Aveiro entre os dias 22 e 25 de novembro.
Nesta quinta edição, o festival da música mais desafiante, espalha-se pelos quatro palcos mais activos da cidade de Aveiro.

No dia 22 o mini-auditório da VIC, recebe Fantasma, alter ego do portuense Pedro Centeno, artista visual, músico, dj e curador de eventos de música independente como as festas da Parva. Na mesma noite o clarinetista inglês Noel Taylor, activo improvisador da cena londrina, membro da London Improvisers Orchestra e recentemente radicado em Lisboa convida Maria do Mar (violino) para um concerto guiado pela exploração da música clássica à contemporânea através da improvisação.

45902510_2461272267246763_2878769613317865472_n.jp

 

 
Maria do Mar e Noel Taylor. Fotografia: Nuno Rocha

Na sexta feira, 23, o festival segue para o auditório do GrETUA para uma sessão de Desterronics. A habitual sessão de quarta feira de música electrónica improvisada da cave do Desterro em Lisboa, move-se até Aveiro para 3 horas de música non-stop em que o Finlandês, Jari Marjamaki, conduz uma dezena de músicos experimentalistas, munidos de equipamentos electrónicos. 
 
A grande festa está reservada para sábado, 24, na Associação Cultural Mercado Negro, com a presença do tailandês Pisitakun, artista multidisciplinar fortemente empenhado no activismo politico através das suas criações artísticas. Na mesma noite tocarão os Baphomet, quinteto que usa o improviso como elo de ligação do free-jazz ao rock progressivo ou psicadélico com a electrónica à mistura. Mais tarde Hugo Branco (Piurso) e Rui Veiga (Caloriouz) juntam-se aos visuais de Ivo Reis (Animatek) numa performance improvisada de electrónica. Para fechar a noite, o produtor João Melo conhecido pelo seu trabalho em Mind Safari, apresenta o seu mais recente projecto Joan, lançado pela editora Fungo e que tem como maiores influências as bandas sonoras nipónicas. 

40354256_10217562942485177_4082383517407772672_n.p

Pisitakun. Fonte: chinabot.co/pisitakun/
 
O recentemente inaugurado Avenida Café-Concerto, recebe o ultimo dia de concertos com, Khaori, projecto de Henrique Vilão e Tiago Damas e Ensembleia, uma ensemble que tem como base a criação de sonoridades experimentais e/ou improvisadas em tempo real.
 
Nos dias 24 e 25, haverá ainda lugar a um workshop dedicado à criação de esculturas sonoras realizado pelos israelitas Roi Carmeli e Tom Krasny. O workshop decorrerá nas instalações da VIC - Aveiro Arts House.
 
Programa:

Dia 22 
Local: VIC // Aveiro Arts House
22h00 - Pedro Centeno aka Fantasma (live) (pt)
23h00 - Noel Taylor/Maria do Mar (uk/pt)
Noel Taylor - Clarinetes 
Maria do Mar - Violino

Dia 23
Local: GrETUA
22h-01h - Desterronics (live) (pt)

Dia 24
Local: Associação Cultural Mercado Negro
22h00 - Pisitakun (th) 
23h00 - Baphomet (pt)
Guilherme Camelo - Guitarra Elétrica
Paulo Duarte - Guitarra Elétrica
Mestre André - Saxofone
ChicoGoBlues - Percussões
Pedro Santo - Bateria
00h00 - Piurso + Caloriouz + Animatek (live) (pt)
01h00 - Joan (live) (pt) 

Dia 25 
Local: Avenida Café-Concerto
Khaori (pt) - 18h30
Ensembleia (pt) - 19h30

Workshops:

"Estratégia Musical"
por Bitocas Fernandes
23 de novembro 18h30 e 24 novembro das 11h00 às 12h30  
 
"Introduction to Sound Sculptures"
por Roi Carmeli e Tom Krasny (il)
24 e 25 novembro 14h30 - 19h30 
 
Bilhetes:
Dias 22, 23 e 24
4€ com reserva; 5€ sem reserva
Dia 25 - entrada gratuita
Geral: 12€
 
 
 
Reservas e mais informações:
+351 914647117
+351 916361470

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.