Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Mostra de Cinemas Ibero-Americanos encerra com “La defensa del dragón” da colombiana Natalia Santa

 

A Casa da América Latina encerra a Mostra de Cinemas Ibero-Americanos – No escurinho do cinema, com a longa-metragem da colombiana Natalia Santa,La defensa del dragón, a 16 de dezembro, no Cinema São Jorge, em Lisboa. A sessão contará com a presença da realizadora.

A narrativa do filme passa-se no centro de Bogotá, em torno da vida de três velhos amigos que passam os dias entre o lendário clube de xadrez Lasker, o casino e o café La Normanda. Vivem protegidos pelas rotinas, evitando enfrentar os seus falhanços pessoais. O confronto com a realidade vai, contudo, abalar os alicerces das suas vidas sem história. A película foi selecionada para a Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes.

 

 

 

A projeção desta longa-metragem é precedida pela curta Tierra mojada, do também colombiano Juan Sebastián Mesa, que foi selecionada para a competição de curtas-metragens do Festival de Veneza. Conta a história de um jovem de 13 anos que tem a sua casa ameaçada pelo projeto de construção de uma barragem hidroelétrica. Ele e os avós, anciões da etnia emberá, abandonam a casa em silêncio.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.