Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Mostra de Inês Teles na SALA 117 entra na última semana de exposição

Última semana para visitar "Vindauga - olho de vento"

 

IT 013.jpg

 

A mostra de Inês Teles, "Vindauga - olho de vento", entra na última semana de exposição na Galeria SALA 117, no Porto. Com curadoria de Hugo Dinis, a exposição centra-se na janela materializada através do gradeamento, do objecto que intermedeia o exterior do interior e se torna o foco do desenho patente nas pinturas sobre tecido e nas pequenas esculturas em resina colorida que se instalam nas paredes da galeria.

 

Em exposição de terça-feira a sábado, das 15h00 às 19h00, na Rua Damião de Góis, 200, no Porto, "Vindauga - olho de vento" questiona os limites do fazer artístico e o alcance das suas dimensões sensoriais e tácteis. Inês Teles transporta-nos num misto de materiais e técnicas que têm sempre como ponto de intersecção a janela, o olho de vento que os antigos noruegueses denominaram de vindauga.

 

Jovem artista em ascensão, Inês Teles foi recentemente eleita como uma dos 46 artistas plásticos portugueses emergentes, pela Portuguese Emerging Art 2018 (PEA2018). Uma nomeação que se fundamenta na filosofia de projeção de todas as praxis artísticas no universo das artes plásticas portuguesas, divulgando o que de melhor se faz pelas mãos dos artistas emergentes portugueses dentro e fora de portas.

 

Sobre a artista

Inês Teles (Évora, 1986) vive e trabalha em Lisboa. Entre 2004-2008, estudou Pintura na Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa. Continua os seus estudos em Londres, primeiro na Byam Sham School of Arte e, posteriormente, termina o Mestrado na Slade School of Fine Art, em Londres. Expõe o seu trabalho com regularidade em Portugal, Londres e Paris. É membro do colectivo artístico Tempos de Vista. Extremamente interessada em colaborações, ela frequentemente trabalha com instituições não artísticas para criar plataformas artísticas inesperadas como residências artísticas e exposições colectivas. É representada pela Galeria SALA 117.

 

 

Sobre a Galeria SALA 117

A Galeria SALA 117 assume-se como um projeto que visa trazer ao diálogo perspetivas plurais sobre as práticas artísticas contemporâneas, ao cruzar as linguagens e perceções estético-artísticas presentes nas obras de artistas consagrados e no trabalho de jovens artistas. A galeria procura redimensionar a experiência estética a partir da procura de novas dinâmicas expositivas. Nesse sentido, o espaço no nº 200 da Rua Damião de Góis, no Porto, responde à missão de desenvolver um ambiente alternativo ao movimento artístico dominante que agita a cidade, criando um novo ponto de encontro entre artistas, arte e público.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.