Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Moullinex & Xinobi abrem o ano no NYE Mercado 2017

Mr. Herbert Quain, Rompante e Mike Stellar estarão também no Estúdio Time Out, no Mercado da Ribeira naquele que será o primeiro evento dos 10 anos Discotexas

0116eef9-574f-4490-bbac-ddea65d9e4cd.png

 

O mundo gira e faz um dia, dá a volta ao sol e faz um ano. Dependendo do tempo e espaço a passagem de um ano pode ser todos os dias e a qualquer hora, mas se a quisermos especial sabemos que é no último de dezembro, e desta vez, no Estúdio Time Out.

A Match Attack apresenta o cartaz completo para quem procura o outro lado da celebração ao entrar no novo ano e das 23 horas às 7 da manhã a dupla da Discotexas, Moullinex & Xinobi é cabeça de cartaz, fazendo-se acompanhar por Mr. Herbert Quain, Rompante e Mike Stellar numa noite que se quer memorável.

Esta será também a primeira noite das comemoração dos 10 anos de Discotexas, editora criada em 2007 por Moullinex & Xinobi. Os bilhetes já estão à venda em ticketline.pt e nos locais habituais e custam 25€ até dia 28 de Dezembro, dia que passarão para 30€.

 

Moullinex & Xinobi

615aeb55-4009-47fe-af68-f92c4ef67e54.jpg

 

Em 2007 juntaram-se para dar nova vida à música eletrónica portuguesa com a criação da Discotexas e 10 anos volvidos uma coisa é certa, o trabalho foi bem feito e o melhor exemplo possível é o trabalho desenvolvido por cada um deles. Moullinex, tem mostrado não ser apenas e só uma máquina para fazer dançar e o último "Elsewhere" mostra exatamente isso. Soul e funk do passado, com garage rock e MPB elevam Moullinex a outro nível sempre sem fugir ao seu estilo e personalidade.

 

 

Mr. Herbert Quain

554d71b2-d06a-41c4-9456-656b2efe44e0.jpg

 

Mr. Herbert Quain (ou Manuel Bogalheiro) foi o responsável por uma das mais auspiciosas estreias dos últimos anos: “How I learned to stop worrying and start loving the waiting” (2012) é um trabalho de resgate notório, em que os primórdios de Hollywood são evocados através da estética granulada e uma minuciosa técnica de sampling e micro- sampling. Desde então, lançou mais um LP em 2014, “Forgetting is a Liability” e apresentou o seu LIVE em palcos como o Lux Frágil, Musicbox, Indústria, Plano B e o RBMA Boiler Room Lisbon, ou em festivais como o LISB_ON Jardim Sonoro, o NÓS D'Bandada ou o NEOPOP Electronic Music Festival.
 
Rompante

c36b99b1-9749-4819-b378-79263dc55275.jpg

 


Num impulso arrebatado, de arranque súbito e constante, Rompante é DJ e produtor em nome próprio desde 2010. A sua narrativa começa na Suíça, mas o desenvolvimento da história tem o Porto como cenário e Detroit, Chicago, Berlim e Londres como banda sonora. Até 2015, Rompante editou pela Is It Balearic, Liebe*Detail, Seven Music Records, Permanent Vacation, Extended Records, Balance Recordings, e estreia-se em breve na Cubo Records. O seu tema "Save me from this chaos", já conta com mais de um milhão de plays no Spotify, numa compilação escolhida por Danny Howells. Responsável pelas noites M.A.D. (Music Addiction Disorder) no Plano B, passou pelo Neopop, Lux e Watergate e é parte integrante da Bloop.
 
Mike Stellar

086dee46-cd26-4d3d-a0a5-6010db67bc75.jpg

 

À procura da batida perfeita. Esta é a missão de Mike Stellar. Sem se confinar a nenhum estilo particular, pode-se ouvir nos seus sets uma mistura explosiva de nu-jazz, breakbeat, house, techn Detroit, drum & bass e dub e uma atenção especial a pérolas perdidas das décadas de 60,70 e 80. O elemento unificador de toda esta panóplia de estilos é o groove. Já actuou nos melhores clubes e nos festivais mais importantes de Portugal. Faz parte da equipa da Red Bull Music Academy em Portugal desde 2004.