Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

MUSEU DO FADO RECEBE PRÉMIO BOAS PRÁTICAS

O UN-HABITAT - Programa das Nações Unidas para os Assentamentos Humanos (ONU) e o Município do Dubai distinguiram o Museu do Fado/CML pelo seu papel dinamizador na requalificação cultural dos bairros históricos de Alfama e Mouraria, no âmbito do Prémio Internacional de Boas Práticas do Dubai.

 

O Prémio Internacional de Boas Práticas do Dubai tem trabalhado activamente na identificação e divulgação de Boas Práticas por todo o mundo. Nos últimos 20 anos foram reconhecidos aproximadamente 4000 projectos em mais de 140 países. Na 10.ª atribuição deste prémio, referente a 2014, foram recebidas cerca de 350 candidaturas e o júri (Technical Advisory Committee) decidiu distinguir o Museu do Fado/CML pela sua contribuição para a vitalidade cultural dos bairros históricos da cidade.

 

Em paralelo com o investimento feito pela Câmara Municipal de Lisboa na requalificação urbana destes territórios, a instalação do Museu do Fado em Alfama, a inscrição do Fado na Lista do Património Cultural Imaterial da UNESCO, fruto de uma candidatura promovida pela CML e a prossecução do Plano de Salvaguarda pelo Museu do Fado constituíram na última década um poderoso catalisador cultural.

 

Verificou-se um incremento da notoriedade do fado a nível nacional e internacional e a consequente preponderância do fado no conjunto da exportação da música portuguesa, onde ocupa uma parcela estimada em 70%.

 

Fruto de todas estas premissas, o fado é hoje um elemento fundamental na captação de turismo nos bairros históricos de Alfama e Mouraria e contribui para o aumento de actividades ligadas ao comércio e restauração e criação de postos de trabalho daí resultante.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.