Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Museu do Oriente apresenta exposição “Purity, Purification – Arte Contemporânea Chinesa”

Diálogos entre a China e o Ocidente globalizados através da arte

 

Museu do Oriente apresenta exposição “Purity, Purification – Arte Contemporânea Chinesa”

Lu_Shan_Gene sugar.jpg

 

 

Novas perspectivas e diferentes linguagens artísticas, apresentadas em obras de 23 jovens artistas chineses, traduzem o diálogo entre uma China globalizada e o mundo ocidental na exposição “Purity, Purification – Arte Contemporânea Chinesa”, que o Museu do Oriente inaugura a 22 de Novembro.

 

Esta co-produção do Museu do Oriente e da CICA – China International Culture Association expõe a mais recente produção de arte chinesa, em 29 obras que abrangem pintura, fotografia, instalação, vídeo e escultura, em representação da diversidade e vitalidade da arte chinesa contemporânea, assim como do sucesso desta geração de jovens artistas, decorrente da sua criatividade singular.

 

A mostra é, ao mesmo tempo, uma reflexão sobre a actual ascensão da cultura oriental chinesa, sobre a representação de novas lógicas culturais no panorama artístico internacional, o valor comercial atingido pela arte contemporânea chinesa e os rumos que esta está a tomar, traduzindo a exploração e pesquisa detalhadas dos artistas sobre estes temas.

 

Purity [pureza] representa a imagética etérea e depurada da arte oriental. Purification [purificação] é o conceito que define o modo de expor adoptado pelos artistas, as soluções expressivas que encontraram para sondar e depurar relações entre materiais, espaços, escalas e o seu eu interior. Purity, Purification rompe com modos expositivos convencionais interrogando como se tem habitualmente apresentado a relação entre as peças e o espaço que as acolhe”, explica a curadora Liu Chunfeng.

 

Por ocasião da exposição, o Museu do Oriente realiza uma conversa com artistas e curadores, portugueses e chineses, no dia 24 de Novembro, pelas 16.00. Aberta à participação do público e de entrada gratuita, esta conversa conta com a participação dos curadores Bruno Leitão e Liu Chunfeng, dos artistas Ana Pérez-Quiroga, Tiago Baptista, Wang Lijun e Tang Yuhan, e ainda Luo Ying, editor-chefe da Hi Art. Entre os tópicos a abordar, as práticas e desafios das novas gerações de artistas no contexto actual, marcado por dicotomias como cultura tradicional–globalização ou individualidade–sociedade.

 

A exposição está patente até 14 de Janeiro de 2019.

 

Exposição “Purity, Purification – Arte Contemporânea Chinesa”

Inauguração | 22 Novembro | 18.30

Até 14 Janeiro 2019

Horário: terça-feira a domingo, 10.00-18.00

(à sexta-feira o horário prolonga-se até às 22.00, com entrada gratuita a partir das 18.00)

Preço: 6 €

 

Coordenação Geral China Arts and Entertainment Group (CAEG) e China International Exhibition Agency (CIEA)

Colaboração científica The National Art Museum of China (NAMOC)