Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

MUSEU NACIONAL DA MÚSICA | UM MÚSICO, UM MECENAS | 21 de Novembro, 18H | ENTRADA LIVRE!

UM MÚSICO, UM MECENAS
Temporada de concertos com instrumentos históricos
 
CREMILDE ROSADO FERNANDES 
interpreta música ibérica do séc. XVIII  
à volta do núcleo de clavicórdios do Museu Nacional da Música, 
numa cópia moderna do clavicórdio de Jacinto Ferreira de 1783 (nº inv. MM 412). 
 
A reputada cravista falará ainda sobre alguns exemplares da colecção do museu, que nesse dia estarão em exposição no palco.
 
PROGRAMA: Carlos Seixas (1704-1742), Sebastian Albero (1722 – 1756), António Soler (1729 - 1783), Fr. Manuel de Santo Elias e Domenico Scarlatti.
 
 
Clavicórdio nº inv. MM 412, Jacinto Ferreira, Portugal, 1783 
 

cremilde%20clav.jpg

 Clavicórdio nº inv. MM 412, Jacinto Ferreira, Portugal, 1783 

 
 
 
 
CREMILDE ROSADO FERNANDES
 
Depois de terminar o Curso Superior de Piano, Cremilde Rosado Fernandes estudou Cravo, Clavicórdio e Interpretação de Música Antiga no Conservatório Nacional de Lisboa, tendo obtido o Diploma de Concerto em Cravo e Música de Câmara no "Bayerisches Staatskonservatorium der Musik" na cidade de Würzburg (Alemanha). 
Entre 1976 e 1981 teve a seu cargo a classe de Instrumentos de Tecla Históricos no "Hermann-Zilcher-Konservatorium" da mesma cidade. Além de numerosos recitais realizados em países europeus e extra-europeus, onde os seus programas têm procurado dar especial relevo à Música Ibérica dos séculos XVI, XVII e XVIII, Cremilde Rosado Fernandes participou também em muitos Festivais Internacionais de Música, tendo sido chamada frequentemente a orientar cursos e seminários dedicados à Música de Tecla dos séculos XVI a XVIII, em Portugal e no estrangeiro. Gravou vários discos para companhias, portuguesas, alemãs, espanholas e francesas. 
De 1986 a 2007 foi Professora de Cravo na Escola Superior de Música de Lisboa, instituição que dirigiu entre 2001 e 2007.
 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.