Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Música eletrônica e arranjos intimistas no novo EP de Alvares

Alvares lança novo EP; ouça “Avesso”

Compacto é lançamento da DALS Records e ganha webclipe

 

Renovar-se sem perder a identidade. É a partir desta premissa que Alvares lança o EP “Avesso”. Com quatro faixas e feito no formato do it yourself, o trabalho traz samples do primeiro disco, “Sala de Estar Experimental, Vol. 01” (2016), saindo do ao vivo/voz e violão, para uma atualização com doses de música eletrônica. O EP já se encontra disponível nas principais plataformas de streaming e ganha um webclipe para a faixa-título.

 

Ouça “Avesso”: http://bit.ly/AlvaresSpotify

 

 

“O grande diferencial desse EP não é o fato de ele ter uma pegada eletrônica em si, o que torna ele uma ponte é a maneira como as canções estão sendo pensadas agora por mim. Antes, meu intuito era produzir canções intimistas com foco nos arranjos. Agora, o pensamento é de como será a relação entre as pessoas e a minha música, mais plural, voltado para a pista.”, explica Alvares.

 

Atuando em diversos projetos, Alvares também é conhecido no meio de música eletrônica graças ao seu projeto Phunktronick. No EP “Avesso”, ele faz um intercâmbio das referências de seus trabalhos, conectando melodias, poesias e vivências a drum machines, sintetizadores analógicos e samplers. De acordo com o músico, cantor, compositor e produtor, “esse é um anúncio de uma nova fase, não necessariamente mais eletrônica, porém mais acessível”, observa. No disco, as composições tiveram influência do disco “22, A Million”, do Bon Iver (2016). A ideia principal para a criação das canções foi samplear vozes e transformá-las em synths ou texturas.

 

Um bom exemplo desta união de estilos é a faixa de abertura do EP e que o nomeia: “Avesso” com uma atmosfera fechada, obscura. A letra fala sobre estar em busca de algo além do amor e do tempo. Uma espécie de compreensão dos ciclos da vida e os romances. Já “faixabonus” une graves com um sintetizador fazendo um arpejo, que na verdade é a voz de Alvares sampleada e cheia de vocoders. É uma canção triste com uma produção alegre, trazendo contraponto ao ouvinte.

 

Com experiência também como DJ, na terceira faixa, “Lembra”, Alvares acrescenta o house na mistura de referências. O arranjo conta com muitas guitarras suingando e o violão engrossando o refrão da faixa. Finalizando o EP, “Loira” traz a bateria retrô, guitarras dedilhadas e sintetizadores com forte influência de “Daft Punk”. Direta, lenta, é uma faixa que se aproxima do estilo de “Avesso”, como em um círculo completo, a faixa que iniciou o disco.

 

Alvares é figura tarimbada da cena carioca. Conhecido como um artista multiprojetos, neste ele traz uma nova sonoridade. Em seu trabalho solo, ele incorpora em suas influências do pop-punk dos anos 90 até os future beats de 2010 em diante. A sonoridade do músico traduz  experimentalismo de quem inicia uma nova fase da vida e as letras refletem uma visão controversa do amor, relacionamentos e inquietudes inerentes ao amadurecimento.

 

 

 

 

Ouça “Avesso”:

 

Spotify: http://bit.ly/AlvaresSpotify

Deezer: http://bit.ly/AvessoDeezer

Apple Music: http://bit.ly/AvessoApple

Google Play: http://bit.ly/AvessoGoogle

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.