Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Música ibérica, Mozart e a influência napolitana no encerramento das "Noites de Queluz 2018 | 3 e 4 novembro

As “Noites de Queluz” chegam ao fim no próximo fim de semana. Andreas Staier com a Orquestra Barroca Casa da Música, primeiro, e a Orquestra Divino Sospiro com o soprano Raffaella Milanesi, no concerto de encerramento, protagonizam os concertos conclusivos da 4.ª edição deste ciclo. 

 

 

image001.png

 

A edição 2018 do ciclo “Noites de Queluz” despede-se no próximo fim de semana com duas orquestras de eleição no panorama nacional: a Orquestra Barroca Casa da Música e a Orquestra Barroca Divino Sospiro.

 

No sábado, dia 3 de novembro, pelas 21h30, a Orquestra Barroca Casa da Música regressa ao Palácio de Queluz, desta vez com o cravista, pianofortista e maestro alemão Andreas Staier. “Portugal no mapa do barroco e um ‘hit’ de Boccherini” é um programa que tem por centro de gravidade o Portugal da primeira metade do século XVIII e, em segundo plano, a música ibérica da época. O repertório que irá ser apresentado na Sala do Trono inclui os dois concertos para tecla de Carlos Seixas (1704-42), que figuram entre os primeiros do género na música ocidental e que estes intérpretes gravaram há pouco tempo. Scarlatti, Avison, Corbett e Boccherini fecham o cartaz desta noite.

 

Na noite seguinte (4 de novembro, às 21h30), a Orquestra Divino Sospiro regressa à Sala do Trono do Palácio de Queluz, agora para encerrar as Noites de Queluz e a 4.ª Temporada de Música da Parques de Sintra. O programa é dedicado a Mozart e à influência que sobre ele exerceu a música napolitana do tempo. Este concerto, que terá a direção de Massimo Mazzeo, conta com a presença do soprano italiano Raffaella Milanesi, intérprete especializada no repertório lírico dos séculos XVII e XVIII. O programa “Mozart e o estilo napolitano” inclui ainda duas obras do napolitano Domenico Cimarosa (1749-1801) e uma ária do português Pedro António Avondano (1714-1782), também ele influenciado pela escola napolitana.

 

O ciclo Noites de Queluz é uma iniciativa conjunta da Parques de Sintra e do Centro de Estudos Musicais Setecentistas em Portugal (CEMSP), tendo por diretor artístico o maestro Massimo Mazzeo.

 

 

Informações úteis:

Preço de bilhete por concerto: 10€

Locais de venda: Bilheteiras da Parques de Sintra, FNAC, Worten, El Corte Inglés, Altice Arena, Media Markt, lojas ACP, rede PAGAQUI e Postos de Turismo de Sintra e Cascais.

Online em www.parquesdesintra.pt e em www.blueticket.pt

M/6

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.