Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Na Pickpocket Gallery

Aqui Quem Manda Sou Eu Mostra da Filmografia de Maria José da Silva 

 

 

12 de Ago. - 28 Out. na Pickpocket Gallery

Maria José da Silva nasceu em 1937, na freguesia da Junqueira, Vila do Conde. Casou-se em Lisboa e teve dois filhos. Mudou-se para o Porto quando o tio do marido lhes confiou a gestão da Queijaria Amaral. Foi nesta cidade que, há cerca de 30 anos, iniciou o seu percurso no cinema amador. Com a ajuda do filho mais velho, começou a escrever guiões e a filmar. Abria-se então caminho para títulos como "Os Velhos Não São Trapos", "Rosa da Felicidade", "Vida Sem Amor Não Presta", "Palheiro", "Mulheres Traídas", "A Mãe Que Eu Sempre Sonhei", entre outros. Para conseguir financiamento para muitas destas produções, organizou festas de casamento e baptizados na sua quinta, na Junqueira, onde também improvisou um estúdio de gravação. Comerciante, escritora, humorista, cantora, actriz e cineasta, é uma artista de mão cheia. Em muitos dos seus filmes, é, em simultâneo, produtora, argumentista, realizadora, actriz, responsável pela banda sonora, pelo guarda-roupa, pela direcção de actores e pela direcção de arte. Com Maria José da Silva, os filmes começam e terminam em si mesma.
A programação será anunciada em breve, com indicação dos títulos, horários e lical das exibições.
Dada a extensa obra, a mostra decorrerá durante os meses de Agosto, Setembro e Outubro. No final da mostra, em data a anunciar, haverá uma conversa com a cineasta na Pickpocket Gallery aberta ao publico.
As sessões são gratuitas. Esta iniciativa da conta com a parceria imprescindível da Inculta TV.

___________

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.