Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

NICOLÁS FARRUGGIA apresenta novo tema "Quarto de Espelhos"

descarregar (15).jpg

Nicolás Farruggia revela mais um single do seu novo disco "Poema Livre", o quarto da sua carreira a solo, a ser editado a 8 de Abril e que conta com a participação especial de Chico Buarque.

O primeiro single "S.O.S" está disponível desde Dezembro passado e a partir da próxima sexta-feira, dia 28 de Janeiro, ficará disponível em todas as plataformas digitais o segundo single "Quarto de Espelhos". A estreia do videoclipe está agendada para a semana seguinte, dia 4 de Fevereiro, nas redes sociais do músico italo-argentino, que reside em Portugal desde 2016.

 

Este novo tema "QUARTO DE ESPELHOS" é uma canção que retrata a dança íntima de dois corpos, num voo subtil e sensual de subidas e descidas, que culmina num ápice de intensa leveza "onde a lua se molha".  Os versos declamados são da autoria da poetisa brasileira Piera Schnaider (Maringá, 1989), que enaltecem o amor pela mulher amada. Nicolás Farruggia interpreta magistralmente as imagens amorosas que o texto evoca, com a sua composição, voz e violão, adoptando recursos de inspiração trovadoresca e madrigalista.

A implícita tensão erótica do texto, com suas subidas e descidas, espelha-se no desenho da canção, que é estruturada em duas partes. A primeira (ainda insegura, por isso em tom menor) cresce até um primeiro ápice e volta a descer; a segunda parte (já agora num mais confiante tom maior), sobe até o clímax final, onde eventualmente a canção "acabará", na nota mais aguda da canção, num ponto de não retorno e de suspensão harmónica.

"QUARTO DE ESPELHOS" confirma, uma vez mais, as palavras de Chico Buarque em relação a Nicolás Farruggia: "Esse Nico é um craque: belíssima música vestindo uma letra que é um prodígio para quem escreve num idioma que não é o seu."

A edição e distribuição está a cargo da Cantores del Mundo, editora fundada por Tita Parra (neta da folclorista chilena Violeta Parra) e que mantém um foco especial sobre a nova geração de cantautores lusófonos e hispanos.