Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Noite de fado em família no Casino Estoril com Gustavo e António Pinto Basto

É já na próxima Quarta-Feira, 14 de Dezembro, a partir das 22 horas, que Gustavo e António Pinto Basto propõem mais uma noite de fado em família no Casino Estoril. Com um registo intimista, pai e filho sobem ao palco do Lounge D, sendo acompanhados por Diogo Lucena Quadros e Bernardo Romão, nas guitarras, e Luis Roquette, na viola. A entrada é livre.

 

A carreira de António Pinto Basto assumiu um cariz profissional no início dos anos setenta, período em que efectuou numerosas actuações pelo País. Mas foi, apenas, em 1988 que editou o seu primeiro disco, intitulado “Rosa Branca”. No ano seguinte, lançou “Maria”, repetindo o sucesso de vendas. Seguiram-se “Confidências à Guitarra”, em 1991, e “Os Grandes Sucessos de António Pinto Basto”, em 1993.

 

António Pinto Basto.jpg

 

Em 1996, o artista gravou “Desde o Berço”. A convite de João Braga, em 2000, integrou o grupo “Land of Fado”. O meio televisivo também faz parte do seu percurso profissional. Em Outubro de 2000, a convite de João Braga, assumiu as funções de apresentador do programa televisivo “Fados de Portugal”, na RTP.

 

Posteriormente, António Pinto Basto lançou o projecto “Quatro Cantos” ao lado de Maria Armanda, Teresa Tapadas e José da Câmara. Com um perfil revivalista, o grupo distinguiu-se, desde logo, pela interpretação de grandes êxitos da história do Fado, os quais foram já registados nos CDs e DVDs: “5 Décadas de Fado” e “Do Presente ao Passado no Fado”.

 

 

Nascido em Lisboa, em 1990, Gustavo Pinto Basto começou a despertar interesse pela música desde muito jovem. Com, apenas, 7 anos de idade, iniciou aulas de piano e aos 9 anos, foi convidado para representar o Colégio Príncipe Carlos e Princesa Ana num CD alusivo aos 50 anos da instituição. Com a sua entrada no Colégio Militar aos 10 anos, integrou o Orfeão de Alunos de onde surgiram inúmeros espectáculos em que participou tocando piano, órgão, guitarra clássica e cantando. 

 

gustavo-pinto-basto.png

 

Gustavo revelou-se fadista, seguindo as pisadas de seu pai, António Pinto Basto, actuando pela primeira vez em público aos 15 anos numa casa de fados em Lisboa. Desde então, participou em inúmeros espectáculos com grandes vozes do fado como, por exemplo, Rodrigo, Vicente da Câmara, José da Câmara, Maria João Quadros, Teresa Tapadas e, claro, o seu próprio pai.

 

Gustavo Pinto Basto obteve, também, outras experiências. Participou do Musical Rock «1906 – O Nosso Grande Amor» de Pedro Madeira Rodrigues, com encenação de Matilde Trocado e Direcção Musical de Hugo Reis, que esteve em cena em Janeiro de 2012, no Teatro Tivoli de Lisboa. Mas a sua paixão e devoção é o fado, onde se espera que se revele como mais uma grande voz da canção nacional.

 

 

 

Ciclo de Fado no Lounge D do Casino Estoril em Dezembro:

- Dia 21: Nuno de Aguiar e Matilde Cid

- Dia 28: Gonçalo Castelbranco e Tânia Oleiro

 

Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Estoril é reservado a maiores de 18 anos.