Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Noite de fado no Casino Estoril com Francisco Sobral e Sara Paixão

É já na próxima Quarta-Feira, 31 de Agosto, a partir das 22 horas, que o Casino Estoril acolhe mais uma noite de fado que terá como protagonistas Francisco Sobral e Sara Paixão. Com estilos bem distintos, os fadistas apresentam-se no Lounge D, sendo acompanhados por Diogo Lucena Quadros e Bernardo Romão, nas guitarras, e Luis Roquette, na viola. A entrada é livre.

 

 

 

 

Sara Paixão

Nascida em Lisboa, em 1991, Sara Paixão, descobriu o fado durante a adolescência através de Amália Rodrigues. Sentiu-se conquistada por este estilo que caracteriza de «único» e começou a dar-lhe voz.

 

Sara Paixão não tinha cantado nem experimentado nenhum estilo ou temas em concreto e foi no Fado que se descobriu. Após aprovação familiar a jovem iniciou o seu percurso artístico em concursos de Fado Amador. Garantiu o pódio nos concursos de Loulé, Portimão e venceu, no ano de 2011, o Concurso de Fado Vadio da cidade de Olhão.

 

Por imperativo legal, o acesso aos espaços do Casino Estoril é reservado a maiores de 18 anos.

 

 

Sara%20Paixão.jpg

 

Francisco Sobral

"Fado é Saudade" foi o primeiro disco, lançado em 1997. Realizou espectáculos em várias localidades do País e no estrangeiro. Em 1999 integrou, em permanência, o elenco do Musical "Amália", encenado por Filipe La Féria no papel de Alfredo Marceneiro. O espectáculo manteve-se em cena durante 6 anos com digressão em todo o País, França e Suíça.

 

Francisco Sobral participou, simultaneamente, em várias telenovelas como, por exemplo, "Filha do Mar" (TVI), "Inspector Max" (TVI), "O Primeiro Amor" (TVI) ou "O Olhar da Serpente" (SIC). Em 2006, integrou o elenco da peça "A Canção de Lisboa", também encenada por Filipe La Féria. Estreou no Auditório do Casino Estoril "Fado esse Malandro Vadio", com produção de João Núncio e Francisco Orta. Actuou em várias Casas de Fado, designadamente, "Clube do Fado", "Marquês da Sé", "Bacalhau de Molho", "Passos de Fado", continuando a realizar espectáculos no País e no estrangeiro. Lançou, em 2012, o seu segundo disco "Estado de Alma", o qual já foi, este ano, reeditado.

Francisco%20Sobral.jpg

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.