Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Nova Exposição de Pintura para visitar em Grândola : The More I SEE, The Less I Know

Folha de Sala FM _Prancheta 1.jpg

 

A primeira exposição individual de Filipe Real Marinheiro, jovem artista visual natural de Grândola, vai ser inaugurada dia 27 de agosto, às 18h, na Sala de Exposições da Biblioteca e Arquivo do Município de Grândola.

The More I See - The Less I Know, apresenta um novo corpo de trabalho que marca a sua primeira abordagem sistemática da cor amarela. Conhecido por telas abstratas onde prevalece o preto, o branco e as linhas de spray, estas pinturas amarelas representam um novo capítulo na sua obra artística.

As novas obras assumem uma qualidade pictórica, gráfica e complexa que é evidenciada nos diferentes formatos. Apesar dos seus diferentes tamanhos, todas têm uma presença significativa e um efeito envolvente – características essas que são reforçadas por uma apresentação em galeria que permite que as pinturas se tornem parte integrante do espaço.

O conjunto das obras em exposição, criadas entre 2020 e 2021 num contexto global de pandemia, sugerem o título irónico da exposição, deixando o espectador livre para experimentar as emoções descritas nas telas e projectar o seu próprio significado, buscando produzir um eco da experiência pessoal de cada individuo.

A Exposição que ficará patente ao público até 30 de setembro, pode ser visitada gratuitamente de segunda a sexta-feira, das 09h30 às 19h00, e aos sábados, das 10h00 às 13h00.

 

Filipe Real Marinheiro

Filipe explora através da sua pintura a necessidade que a sociedade tem em deixar a marca humana. É explorada a mudança, degradação e efemeridade dos espaços físicos. A súbita vontade ou desejo forte e irreflectido de agir. A sua pintura revela através de traços de tinta spray arrojados, a ideia de velocidade, erro e impetuosidade. As suas pinturas podem parecer rápidas e gestuais mas todas as obras surgem derivadas de deliberação, estudo e modificação.

O artista expõe regularmente em Portugal e no estrangeiro, onde participou este ano numa residência artística em Florença da qual surgiu uma exposição no Museo Leonardiano em Vinci.  Atualmente tem patente uma exposição individual na Galeria Ahtaki em Lisboa.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.