Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

“O 25 de Abril entre Itália, Portugal e África” conferência em Lisboa

 

image002.png

O Instituto Italiano de Cultura de Lisboa inaugura o programa das iniciativas previstas para as comemorações dos 50 anos do 25 de Abril com a conferência "O 25 de Abril entre Itália, Portugal e África" pelo professor Vincenzo Russo, em colaboração com o Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.

 

A conferência, em língua portuguesa, terá lugar na Terça-feira, 6 de Fevereiro, às 18h00 no Camões, Instituto da Cooperação e da Língua, I.P.

 

O encontro abordará o papel estratégico na solidariedade internacional desenvolvido pela Itália nas décadas de 60 e 70, tanto em relação às oposições anti-salazaristas como aos movimentos anticolonialistas de libertação africanos. Uma vasta rede de grupos surgiram tendo o objetivo aparentemente “comum” de apoiar as lutas de libertação dos movimentos africanos contra o colonialismo português e o Estado Novo. A solidariedade cultural realizada por intelectuais italianos/as (jornalistas, escritores/as, fotógrafos/as, tradutores/as) será o centro duma história trangular entre Itália, Portugal e a Afríca em luta.

 

Vincenzo Russo é professor associado de Literatura Portuguesa e Brasileira e Literaturas Africanas de Língua Portuguesa na Universidade de Milão, onde coordena a Cátedra António Lobo Antunes (Instituto Camões). Entre as suas obras mais recentes contam-se, em coautoria com Roberto Vecchi, “A teoria gentil: o projeto e as práticas críticas de Ettore Finazzi-Agrò” (2020) e “La Letteratura Portoghese. I testi e le idee” (2017). Em português, publicou também “A Suspeita do Avesso. Barroco e neobarroco na poesia portuguesa contemporânea” (2008). É tradutor de autores portugueses (Bocage, Eça de Queirós, Fernando Pessoa, Eduardo Lourenço, António Ramos Rosa), brasileiros e africanos. De 2014 a 2021 foi Secretário Geral e Tesoureiro da Associação Internacional de Lusitanistas (AIL).