Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

O Principezinho em Braga no Dia da Criança

O Principezinho leva sonhos e amizade
a Braga no Dia da Criança

 

image011.jpg

 

Ao longo de 2018, a escadaria central do Braga Parque é palco de vários espetáculos. Junho traz animação a dobrar – não fosse o mês em que se celebra o Dia da Criança.

 

No dia 1 de junho, serão os mais pequenos a arrastar os pais e a implorar por uma ida ao Braga Parque.  O Principezinho vai andar por lá para fazer as delícias de todos num fantástico espetáculo de teatro que dispensa apresentações, com já tantas gerações conquistadas.

Há sessões às 10:30h, às 15h e às 21:30 horas, para que ninguém perca a oportunidade. Como habitualmente, a entrada é livre, pelo que este é um programa ideal para toda a família.

 

Já a 9 de junho, às 11h e às 16h, são os 3 Porquinhos que saem diretamente do Jangada Teatro para a escadaria do Braga Parque, transformando-se em Fantoches que protagonizam um teatro musical.

 

 

O Braga Parque continua a revelar-se muito mais que um espaço de compras, com uma oferta de lazer diversificada e contínua que proporciona momentos e experiências de grande qualidade aos visitantes.

 

Sobre os espetáculos:

 

O Principezinho, Jangada Teatro

Baseado na obra de Saint-Exupéry. Um espetáculo de teatro musical para toda a família em que sentimentos como amizade, perda e amor são apresentados de forma ingénua e simples, acessível aos mais novos. Na procura/viagem que O Principezinho faz pelos diferentes planetas, encontra a diversidade das personagens acantonadas e sós. E para cada uma dessas personagens haverá uma música, elemento também distintivo de cada situação. A plasticidade, a interpretação e a conceção musical, cada uma enriquecerá o espetáculo, mostrando que uma parte do jogo teatral é para a criança e outra para o adulto.

 

3 Porquinhos, Jangada Teatro

A tradicional história dos 3 porquinhos contada num teatro musical de fantoches com uma porca, três porquinhos e um lobo, auxiliados por outras quatro personagens, que representam o ser humano. Inspirada na tradição de fantoches portuguesa, a companhia foi à procura dos materiais usados, os quais se resumem ao tecido e à madeira. Para a construção dos personagens seguiu-se a técnica das matrafonas (bonecas de trapos costuradas com restos de tecidos), adaptando-a a partir daí ao boneco de teatro. 3 Porquinhos é uma peça da Jangada Teatro, com encenação de Luiz Oliveira e interpretação de Luiz Oliveira, Rita Calatré e Vítor Fernandes. Tem música original de Ricardo Fráguas.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.