Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

O Rodellus está a chegar e nós contamos tudo o que precisam de saber!

622c0eaa-c6c9-4ece-b9ed-d97912f36027.png

 

 

O Rodellus, festival de música urbana em cenário campestre, regressa a Ruílhe para a sua terceira edição nos dias 27, 28 e 29 de julho. Este não é um festival para quem receia enfrentar o campo, antes pelo contrário: é feito por e para aqueles que sentem que a experiência não está completa a não ser que a consigam sentir nos próprios poros. E, depois de três anos de cultivo intensivo, apresenta-se mais maduro do que nunca, com o charme do costume e promessa de novidade.

Como não poderia deixar de ser, manteve-se o foco num cartaz variado e apetecível, com bandas já conhecidas do público festivaleiro e outras tantas que já andam a despertar interesse aos ouvidos mais curiosos. São nomes como Stone Dead, Conjunto Corona, First Breath After Coma ou The Sunflowers que vêm garantir a qualidade a que já foram habituando diversos palcos – e reforçar a aposta na música nacional –, e são os estrangeiros Fai Baba, nascidos de adubo suíço e nova iorquino, que anunciam em bom tom a descoberta de novas sonoridades, enfatizando a suavidade e o vigor que tão bem caracterizam a atmosfera do Rodellus. Contudo, como não só de espírito festeiro se faz este ecossistema, serão introduzidas este ano as Sessões Rurais, que promovem a solidariedade e a inclusão. Tudo isto por uma módica quantia de 15 euros e a uma distância encurtada por parcerias com a CP e a TUB-Transportes Urbanos de Braga, para que ninguém se veja perdido no meio de um outro milharal que não traz música.  

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.