Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

Open Call CRIAR LISBOA | projetos artísticos em Miradouros | até 21 Janeiro

image005.jpg

 

 

Os miradouros - «pontes de vista» para uma cidade vasta e de águas imensas - são o meio de interação com os cidadãos e o lugar onde se poderá CRIAR LISBOA. As ideias de projetos artísticos devem ser enviadas até dia 21 de Janeiro.

 

O sucesso das edições anteriores do Andar em Festa, das Festas de Lisboa, tanto na qualidade das propostas recebidas, como em número de espetadores, fez com que a EGEAC decidisse renovar o desafio, agora denominado Open Call CRIAR LISBOA.

 

Desde 2013 já foram selecionados e produzidos 15 projetos em espaço público. O objetivo é incentivar criadores a desenvolver projetos de várias disciplinas artísticas para o espaço público da cidade, reivindicando estes «espaços» como meio de expressão e interação com os cidadãos.

 

Para este olhar sobre a pai­sa­gem desta “cidade alar­garda”, esco­lhe­mos para inter­ven­ção artís­tica os Miradouros de Santo Amaro, do Monte Agudo e do Largo das Necessidades. Os três luga­res têm em comum o facto de ofe­re­ce­rem uma per­ce­ção da “cidade alar­gada”: por um lado, as coli­nas de Lisboa; por outro, o rio e a Ponte 25 de Abril, que cele­bra em 2016 o seu 50.º ani­ver­sá­rio. Estes mira­dou­ros são pon­tos de inter­se­ção entre dife­ren­tes zonas topo­grá­fi­cas de Lisboa – a cidade dos bair­ros e a das coli­nas, dos recan­tos escon­di­dos, mas tam­bém a cidade do rio e da luz.

“Pontes de Vista” é um con­vite para tra­ba­lhar as dinâ­mi­cas e rela­ções que se esta­be­le­cem; os flu­xos pen­du­la­res do quo­ti­di­ano daque­les que povoam as mar­gens do Tejo.

 

O júri do CRIAR LISBOA é cons­ti­tuído por João Paulo Feliciano (músico e artista plás­tico), José Mateus (pre­si­dente da Trienal de Arquitectura de Lisboa) e Paula Nunes (EGEAC).

Os três projetos artísticos selecionados, cada um com um orçamento global máximo de 12.500€, serão produzidos e apresentados ao público no mês de junho, no âmbito das Festas de Lisboa’16.

 

 As propostas deverão ser enviadas por correio eletrónico para criarlisboa@egeac.pt ou por correio para a morada da EGEAC, até ao dia 21 de Janeiro, às 18 horas. Deverão ainda ter em conta questões como a normal circulação de pessoas, a segurança, a exequibilidade orçamental entre outras normas presentes no regulamento disponível em anexo e no site www.egeac.pt ou em http://bit.ly/1Re9hRJ.

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.