Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

OPEN NIGHT NO MAAT | 16 de Maio | 21h às 00h

image003.jpg

 

 

No dia 16 de maio, o MAAT convida para uma OPEN NIGHT entre as 21h e as 24h, com entrada livre, no âmbito da festa de pré-abertura da ARCOlisboa, da qual a Fundação EDP é Main Sponsor.

 

Neste evento será possível conhecer as três novas exposições do MAAT -  “Yo nunca he sido surrealista hasta el día de hoy” de Carlos Garaicoa, “Untitled (orchestral)” de João Onofre e “APQHOME – MAAT” de Ana Pérez-Quiroga – e contar com as atuações dos DJ’s Yen Sung e Jibóia DJ Set no exterior, junto à Central.

 

 

 

SINOPSES DAS NOVAS EXPOSIÇÕES

APQHome – MAAT, de Ana Pérez-Quiroga

DATAS | 16 MAI - 09 OUT

CINZEIRO 8, EDIFÍCIO CENTRAL

CURADORIA: PEDRO GADANHO

Descrição: APQhome – MAAT é uma obra de arte total que requer a intervenção do participante numa imersão que, durante períodos de 48 horas, visa performatizar o quotidiano numa experiência total de fusão entre arte e vida. A instalação APQhome – MAAT é um projeto que comporta um espaço doméstico – casa e seus objetos – e um jardim, dentro do espaço expositivo do MAAT.

OPEN CALL!

Estamos à procura de: artistas, curadores, críticos, historiadores da arte, arquitetos, realizadores, performers, atores de teatro, coreógrafos, escritores, músicos, designers de moda, artistas de comida, coletivos interdisciplinares. Outras áreas relacionadas. As candidaturas para APQHome – MAAT encontram-se abertas de 8 de março a 8 de junho de 2017.

No final da estadia, os participantes deverão escrever um pequeno ensaio sobre a sua experiencia na instalação APQHome – MAAT ou sobre um tema que aborde as temáticas desenvolvidas neste projeto.

Mais informações aqui.

 

Yo nunca he sido surrealista hasta el día de hoy, de Carlos Garaicoa

16 MAI - 18 SET

MAAT. GALERIA OVAL

CURADORIA: PEDRO GADANHO & INÊS GROSSO

Carlos Garaicoa é um dos nomes mais importantes do panorama artístico internacional. A exposição Yo nunca he sido surrealista hasta el día de hoy é apresentada na Galeria Oval do MAAT, um projeto site-specific de grande escala que explora a relação entre cidade e homem, arquitetura e urbanismo, ficção e realidade. Mais informações aqui.

 

Untitled (Orchestral), de João Onofre

16 MAI - 18 SET

SALA DAS CALDEIRAS, EDIFÍCIO CENTRAL

CURADORIA: BENJAMIN WEIL

João Onofre apresenta uma instalação performativa site-specific para a emblemática Sala das Caldeiras do edifício da Central. Esta nova obra multimédia é inspirada na história deste espaço enquanto fonte de Luz essencial para a cidade de Lisboa, mas também enquanto mostra da tecnologia mais avançada. A presença imponente das caldeiras monumentais, assim como as enormes janelas, foram também uma importante fonte de inspiração. Mais informações aqui.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.