Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

"Ordem Moral", do realizador Mário Barroso, representa Portugal nos Prémios Ariel, no México

 

A Direção da Academia Portuguesa de Cinema selecionou o filme “Ordem Moral”, de Mário Barroso, para representar Portugal na edição de 2021 dos Prémios Ariel, como candidato a Melhor Filme Ibero-americano da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas do México.

Com argumento de Carlos Saboga e baseado em factos verídicos, “Ordem Moral” conta a história de Maria Adelaide Coelho da Cunha, proprietária do “Diário de Notícias” e filha do fundador do jornal que, em 1918, foge com o antigo motorista, 26 anos mais novo. Três semanas depois é encontrada e internada no hospício Conde de Ferreira, onde é declarada louca e incapaz por Júlio de Matos, Egas Moniz e Sobral Cid, permitindo ao marido vender o jornal e entregá-lo ao serviço dos poderes que irão instituir a ditadura poucos anos depois.

 O elenco é composto por Maria de Medeiros, Marcello Urgeghe, João Pedro Mamede, Albano Jerónimo, João Arrais, Júlia Palha, Sónia Balacó, Ana Padrão, Vera Moura, Dinarte Branco, Rita Martins, Miguel Borges, Jorge Mota, Ana Bustorff e conta ainda com a participação especial dos atores Isabel Ruth, Rui Morisson e Teresa Madruga.

Os prémios Ariel são celebrados desde 1947 com o objetivo de distinguir o melhor do cinema ibero-americano.

“Ordem Moral”, que esteve em competição na 35ª Mostra de Valência – Cinema del Mediterrani, na 43ª Mostra Internacional de Cinema – São Paulo International Film Festival e ainda na 33ª edição do Tokyo International Film Festival – Tokyo Premiere 2020, estreou nas salas de cinema nacionais a 10 de setembro de 2020.

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.