Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Cultura de Borla

A Cultura que não tem preço.

“Os Cavalos” :: Obras inéditas de Manuel Amado em exposição no Museu do Oriente

“Os Cavalos”

 

Obras inéditas de Manuel Amado

em exposição no Museu do Oriente

 

 

Um dos nomes mais significativos da pintura portuguesa contemporânea, Manuel Amado, apresenta a sua mais recente exposição - “Os Cavalos” - no Museu do Oriente, de 15 de outubro a 16 de novembro.

 

Num conjunto de 22 obras inéditas, a óleo sobre tela, o artista evidencia a sua originalidade ao retratar um assunto singular no contexto da sua obra – os elementos vivos -, afastando-se da geometria e arquitetura das linhas que lhe são características.

 

Inspirada no livro “Cavalo Lusitano, o filho do vento”, de Arsénio Raposo Cordeiro, a coleção “Os Cavalos” procura captar a essência destes animais. Nas palavras do seu autor: “interessa-me reparar no espírito dos cavalos que se adaptaram ao mundo dos homens, talvez de um modo semelhante ao do escravo ao mundo dos seus dominadores, o que até pode implicar amizade e alguma lealdade a par de uma colaboração altiva e digna”.

 

Para José Sasportes, autor do texto que acompanha o catálogo desta exposição, “na realidade, estes cavalos não habitam numa cocheira mas no ateliê do pintor, estão presos às telas, como bem documenta a última imagem deste catálogo, mas nem por isso se mostram menos irrequietos. São uma novidade na obra do artista e circulam em espaços que nós conhecemos de outros quadros, mas eles não. Manuel Amado habituara-nos a interiores de uma geometria cómoda, a estações ferroviárias desertas, a paisagens ora luminosas ora inquietantes, incontaminadas por qualquer presença. Dir-se-ia, e disse-se, uma ‘pintura metafísica’, ao arrepio das práticas pictóricas da cidade. Um sobressalto nos deram as telas teatrais, com cenas representadas por manequins/silhuetas, mas ainda aí não havia humanos no palco ou nos bastidores, nem latejava sangue. Agora eis-nos perante uma explosão com a presença de seres vivos, não ainda humanos, mas cavalos quase sempre solitários, à imagem da posição singular de Manuel Amado no nosso panorama artístico”.

 

Com um longo percurso iniciado nos anos 50, Manuel Amado é um dos mais importantes pintores nacionais da sua geração. A sua obra encontra-se representada em inúmeras coleções públicas e privadas, entre as quais a Fundação Oriente.

 

Exposição temporária

“Os Cavalos”

15 de outubro a 16 de novembro

terça-feira a domingo: 10h00-18h00

sexta-feira: 10h00-22h00 (entrada gratuita a partir das 18h00)

Encerra à segunda-feira

Preço: € 6,00 (descontos aplicáveis)

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.